Nova derrota faz clube baiano chegar à pausa do Brasileirão para a Copa do Mundo dentro da zona de rebaixamento

Aplaudido por torcedores do Vitória no aquecimento, Neto Baiano avisou que não comemoraria um gol contra seu ex-time. Foi exatamente o que aconteceu, com o atacante definindo o triunfo do Sport por 1 a 0 sobre o clube baiano, em Feira de Santana, com grande colaboração do goleiro Wilson.

O resultado na Joia da Princesa - os estádios de Salvador estão entregues à Fifa - deixou a equipe pernambucana no meio da tabela, com 11 pontos. Já o Vitória vai passar toda a parada do Campeonato Brasileiro para a disputa da Copa do Mundo na zona de rebaixamento, com sete pontos.

Começo melhor do Vitória
O domínio foi do Vitória até os 25 minutos do primeiro tempo. Apostando na velocidade de Caio, Euller e Willie, a equipe se mantinha no campo de ataque e, se não conseguia lances de grande perigo com a bola rolando, tentava a sorte nos escanteios, muito frequentes nesse período.

Foi em um tiro de canto da direita que surgiu a grande oportunidade da etapa inicial, aos 12 minutos. Dinei se antecipou à marcação após a batida de Ayrton e cabeceou muito forte, dentro da pequena área. Magrão mostrou rapidez no reflexo e impediu que o placar fosse aberto.

Da metade da etapa em diante, o Sport conseguiu deixar o próprio campo e atacou com frequência bem maior. Exceção feita a um cabeceio de Rithely, não foi nada que criasse problemas ao goleiro Wilson, mas o time conseguiu tornar equilibrado um jogo que não havia começado assim.

Falha decide
O até então justo empate foi desfeito aos dois minutos do segundo tempo, quando Neto Baiano resolveu arriscar em falta de muito longe. A bola passou entre os dois homens da barreira, com leve desvio, mas não chegou difícil a Wilson, que se atrapalhou e a espalmou para dentro, no canto direito.

Willie poderia ter empatado pouco depois, após um belo corte dentro da área, mas demorou para concluir e foi travado por Érico Júnior. Pouco depois, Jorginho tentou pôr o Vitória na frente com as entradas de Nino Paraíba e Vinícius nas vagas de Ayrton e Caio.

O Sport se fechou com Wendel no lugar de Érico Júnior - mais tarde, entrariam o marcador Ronaldo e Bruninho. A zaga estava bem postada, mas dava sustos, em má jornada técnica de Páscoa e Durval. Foi em um erro deles que surgiu uma falta na meia-lua, desperdiçada por Luiz Gustavo.

William Henrique foi a última aposta da equipe de Salvador na tentativa do empate, e ele participou de uma boa oportunidade, batendo escanteio da esquerda. Após o desvio no primeiro pau, Willie desperdiçou a chance de completar de cabeça, na pequena área, e o Sport se safou.

FICHA TÉCNICA -  VITÓRIA 0 X 1 SPORT
Local:
estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana (BA)
Data: 31 de maio de 2014, sábado
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC) e Carlos Berkenbrock (SC)
Cartões amarelos: Danilo Tarracha, Vinícius, Josa e Euller (Vitória); Rodrigo Mancha, Érico Júnior e Durval (Sport)

Gol
Neto Baiano, aos dois minutos do segundo tempo

VITÓRIA: Wilson; Ayrton (Nino Paraíba), Alemão, Luiz Gustavo e Danilo Tarracha (William Henrique); Josa, Cáceres e Euller; Caio (Vinícius), Willie e Dinei
Técnico: Jorginho

SPORT: Magrão; Igor, Ewerthon Páscoa, Durval e Renê; Rodrigo Mancha (Ronaldo), Rithely, Augusto César e Ananias (Bruninho); Érico Júnior (Wendel) e Neto Baiano
Técnico: Eduardo Baptista

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.