Muricy Ramalho disse que o rival do Paraná foi deselegante ao chamar os jogadores do clube paulista de bambis

O técnico Muricy Ramalho foi mais um que não gostou da provocação do Atlético-PR ao São Paulo . Ainda sem saber do pedido de desculpas do clube, o treinador lamentou o polêmico comunicado emitido pelo adversário e pediu mais união entre as equipes.

Atlético-PR emite pedido de desculpas por chamar São Paulo de bambi

"Não vi, mas me falaram e achei deselegante. Os clubes deveriam ser mais amigáveis. Hoje, quando me consultam sobre algum outro time querendo treinar em nosso campo, falo sempre que fiquem à vontade, digo para emprestar sem nem perguntar quem é. Os clubes têm de ser mais parceiros, isso é só futebol, nada mais. Não seria legal eu fazer crítica a eles, porque tem que ter uma parceria", comentou.

Na quinta-feira, o Atlético-PR emitiu nota reclamando da arbitragem do empate por 2 a 2 contra o São Paulo e chamando os jogadores do time paulista de "bambis". A diretoria e os atletas do Tricolor ignoraram a provocação, e o clube paranaense divulgou comunicado com um pedido de desculpas nesta sexta.

Após veto do vice-presidente de futebol, Muricy aguarda conversa sobre Lugano

Esta não foi a primeira provocação ao São Paulo neste ano. Recentemente, o Fluminense usou seu Facebook para ironizar a goleada por 5 a 2 sobre time de Muricy Ramalho, colocando uma imagem com um ganso, um pato, um frango e um rato.

Além disso, apesar do pedido de união de Muricy, o São Paulo não tem qualquer relação atualmente com um de seus rivais, o Palmeiras, por conta da transferência de Alan Kardec para o Morumbi e também da troca de ofensas entre os presidentes das duas agremiações.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.