O treinador disse que o time sempre cai de rendimento no segundo tempo, mas que a deficiência só poderá ser corrigida durante a parada para a disputa da Copa do Mundo

Vagner Mancini, técnico do Botafogo
Vitor Silva / SSPress
Vagner Mancini, técnico do Botafogo

Em sete jogos do Campeonato Brasileiro, o técnico Vagner Mancini conseguiu apenas uma vitória e seu prestígio em General Severiano diminui a cada rodada. Na entrevista coletiva após o empate diante do Vitória, no Moacyrzão , o treinador do Botafogo transferiu a culpa pelos maus resultados para a preparação física.

O treinador disse que o time sempre cai de rendimento no segundo tempo, mas que a deficiência só poderá ser corrigida durante a parada para a disputa da Copa do Mundo.

"O que me incomoda é o fato de estarmos com o jogo nas mãos e acabarmos entregando o jogo aos adversários, como aconteceu neste domingo. Falta força ao Botafogo em termos físicos, porque o time não consegue realizar nada depois dos 20 minutos do segundo tempo", comentou.

Apesar dos argumentos de Mancini, transferindo as responsabilidades dos insucessos para seus antecessores, sua situação não é tão cômoda dentro do clube. O presidente Maurício Assumpção, maior defensor de Mancini dentro do Botafogo, tem sido pressionado por alguns dirigentes para que tome uma posição mais enérgica em relação ao treinador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.