Tamanho do texto

Ex-zagueiro integrou o vitorioso time santista dos anos 60 e esteve no grupo que venceu a Copa de 1970, no México

O ex-zagueiro Joel Camargo, que morreu nesta sexta-feira, em Santos
Divulgação/Santos FC
O ex-zagueiro Joel Camargo, que morreu nesta sexta-feira, em Santos

O ex-zagueiro Joel Camargo, que defendeu o Santos na década de 60 e também fez parte do grupo que esteve com a seleção brasileira na Copa do Mundo de 1970, no México. morreu nesta sexta-feira, aos 67 anos. Ele estava internado na Santa Casa de Misericórdia, em Santos. O velório está acontecendo na própria Santa Casa e o enterro acontecerá às 16h nesta sexta-feira, no cemitério da Filosofia, em Santos.

Nascido em Santos (18/9/1946), Joel Camargo iniciou sua carreira na Portuguesa Santista, mas com 17 anos transferiu-se para o time da Vila Belmiro, onde atuou de 1963 a 70, formando uma dupla de área quase imbatível com Ramos Delgado.

Leia mais sobre o Santos nas páginas do iG Esporte

Ao todo, Joel disputou 309 jogos com a camisa do Santos, tendo marcado cinco gols e conquistado 14 títulos, sendo cinco vezes campeão paulista (1964/ 65/ 67/ 68/ 69), três Rio-São Paulo (1963/ 64/ 66), três Taças Brasil (1963/64/65), um torneio Roberto Gomes Pedrosa (1968) - sendo que estes dois campeonatos são considerados como títulos brasileiros segundo a CBF -, uma Recopa Sul-Americana (1968) e uma Recopa Mundial (1968). Joel esteve ainda no elenco que conquistou o Mundial Interclubes, em 1963, diante do Milan, e fez parte do grupo da seleção brasileira campeã da Copa do Mundo do México, em 1970.

Ao longo da carreira, Joel também defendeu a Portuguesa Santista, o Paris Saint-Germain (FRA), o CRB e o extinto Saad, de São Caetano do Sul.

Joel Camargo era um dos homens de confiança de João Saldanha para a Copa de 70. A demissão do técnico às vésperas do Mundial, entretanto, custou sua vaga no time titular, sendo preterido pela dupla Brito e Piazza, escolhida por Zagallo para a disputa. O ex-atleta também era conhecido pelo apelido de "açucareiro", por jogar com os braços abertos. Após se aposentar, Joel passou por uma crise financeira que o obrigou a trabalhar como estivador no porto santista.

Em seu site, o Santos divulgou uma nota oficial lamentando a morte do ídolo. Confira abaixo:

“Perdemos um grande ídolo do nosso Clube e do Brasil. Joel Camargo esteve no elenco que ganhou o Mundial de 63 e foi campeão da Copa de 70. Um grande zagueiro, que sempre honrou as cores da camisa do Santos. Desejamos força à família e amigos nesse momento tão difícil e que eles recebam nossos sentimentos”

Odílio Rodrigues, presidente do Santos FC.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.