Clube da Vila Belmiro tem três lojas franquiadas e quer expandir para 11 o número de espaços oficiais no território brasileiro

Santos fechou o ano de 2013 no vermelho
Flickr/Santos F.C.
Santos fechou o ano de 2013 no vermelho

Após fechar o balanço de 2013 com déficit de mais de R$ 40 milhões e encontrar dificuldades para fechar seu patrocínio máster, que fica estampado na área nobre da camisa, o Santos busca arrecadar recursos de outras formas, principalmente explorando o marketing.

Um dos objetivos é expandir a rede de lojas franquiadas pelo país. Atualmente a ‘Santos na Área’ conta com três espaços oficiais: Em Santos, no Gonzaga, em São Vicente, no Centro, e a Flagship, em São Paulo.

"Queremos que torcedores de todos os lugares do Brasil tenham um espaço para adquirir todo o tipo de presente para os santistas. Eles vão se sentir em casa", comentou o gerente de marketing da Santos na Área, Rafael Bedin.

A meta é atingir pelo menos 11 lojas e quiosques até o fim do ano com um investimento a partir de R$ 100 mil por estabelecimento. Para isso, o clube tem promovido eventos para o público, principalmente para o torcedor santista, dentro das lojas com grandes ídolos da história alvinegra. O interior do espaço também tem como atração um modelo conceitual e temático, com mais de 500 itens oficiais à venda.

"No local temos roupas casuais do clube onde os apaixonados pelo time podem usar a qualquer momento do dia. Oferecemos um mix muito completo para atender o público masculino, feminino e infantil", explicou Bedin.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.