Tamanho do texto

Meia não tem gostado do método de trabalho do treinador e diz que precisa de sequência de jogos antes de descansar

Franck Ribéry, meia do Bayern de Munique, critica método de trabalho do treinador
Sport Bild/Reprodução
Franck Ribéry, meia do Bayern de Munique, critica método de trabalho do treinador

Parece que os jogadores do Bayern de Munique ainda não se adaptaram totalmente à filosofia do técnico Pep Guardiola, mesmo depois de quase uma temporada sob o comando do espanhol. Nesta quinta-feira, quem criticou o treinador foi o francês Franck Ribéry, que demonstrou incompreensão com as mudanças em excesso feitas por Guardiola.

"Às vezes você joga, em outras fica no banco, e em algumas é deixado em casa. Foi uma situação nova para todos os jogadores. Pessoalmente, preciso jogar. Preciso de cinco, seis jogos antes de descansar, e não de um", afirmou Ribéry à revista Kicker .

Ainda se recuperando de uma lesão nas costas, o meio-campista é dúvida para a final da Copa da Alemanha, neste sábado, contra o Borussia Dortmund.

"Talvez esteja pronto para ficar no banco e jogar alguns minutos", afirmou Ribéry, convocado por Didier Deschamps, técnico da França, para a Copa do Mundo.

    Leia tudo sobre: bayern de munique
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.