Com um jogo a mais, time goiano empata com o Inter na liderança do Brasileirão, enquanto cariocas já ficam ameaçados de entrar na zona de rebaixamento do campeonato

Ainda tendo que cumprir punição, o Goiás atuou em Juiz de Fora, mas mesmo assim venceu por 2 a 0 o Botafogo , nesta quarta-feira, pelo Campeonato Brasileiro . Com o resultado, os goianos chegaram a dez pontos, ao lado do Internacional, mas estão na vice-liderança da Série A por conta dos critérios de desempate. Já os alvinegros não emplacaram a segunda vitória e seguem na parte de baixo da classificação, com apenas quatro.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

Após um primeiro tempo sem muita emoção, o Goiás foi mais objetivo na etapa final e decretou a vitória com Ramon e Danilo, duas ótimas jogadas por parte do setor ofensivo esmeraldino. O Goiás volta a campo na quinta-feira da próxima semana, contra o Santos, no Serra Dourada. Já o Botafogo terá pela frente o Grêmio, em Caxias do Sul, no dia anterior.

Esquerdinha protege a bola para o Goiás marcado por Gabriel
Buda Mendes/Getty Images
Esquerdinha protege a bola para o Goiás marcado por Gabriel

O jogo

A partida começou movimentada, com as duas equipes buscando o ataque. O Botafogo teve a primeira boa chance aos cinco minutos. Daniel foi lançado, entrou na área, mas tentou o passe em vez da finalização e foi impedido pela zaga goiana. A resposta do Goiás veio no minuto seguinte, quando Esquerdinha chutou da entrada da área, mas viu Jéfferson fazer defesa segura.

O Botafogo tinha mais posse de bola, mas não conseguia passar pela boa marcação do Goiás. Já os esmeraldinos apostavam nos contra-ataques, mas sem sucesso. Os alvinegros chegaram com perigo somente aos 28 minutos. Emerson arriscou de fora da área, mas a bola passou por cima do travessão de Renan.

Na parte final, o panorama da partida não mudou. As duas equipes seguiram com muita dificuldade em criar boas jogadas no setor ofensivo. Assim, o confronto foi para o intervalo sem alteração no placar.

Assista os melhores momentos da partida: 

No segundo tempo, o Botafogo voltou melhor e quase abriu o marcador aos cinco minutos. Emerson tabelou com Daniel, entrou na área, mas finalizou em cima de Renan, que fechou o ângulo, impedindo o gol alvinegro. No entanto, a resposta do Goiás veio em grande estilo três minutos depois. Ramon foi lançado na área, dominou e concluiu com categoria, tirando do alcance do goleiro Jéfferson.

Os cariocas sentiram o revés e viram o Goiás equilibrar as ações, aproveitando os erros da equipe. Os esmeraldinos desperdiçaram grande chance de ampliar a vantagem aos 17 minutos. Dória falhou ao tentar recuar e entregou no pé de Esquerdinha. O atacante foi em direção a área, mas finalizou por cima do travessão quando estava de frente para o goleiro botafoguense.

O Goiás seguiu mais organizado e chegou ao segundo gol aos 24 minutos. Ramon foi lançado na área, perdeu espaço para finalizar e deu de calcanhar para Danilo apenas tocar para a rede.

Depois disso, o Botafogo foi para cima tentando recuperar a desvantagem. Os alvinegros tiveram duas chances seguidas aos 35 minutos. Primeiro, Edílson Cobrou falta na área, a bola passou por Emerson, mas Renan tirou o perigo. Depois, foi a vez de Bolatti aproveitar cruzamento, só que cabecear para fora.

Nos minutos finais, o Goiás recuou e passou a administrar os avanços sem organização do Botafogo. Assim, os esmeraldinos seguem com boa campanha no Campeonato Brasileiro e confirmaram mais um triunfo.

FICHA TÉCNICA - GOIÁS-GO 2 X 0 BOTAFOGO-RJ

Local: Estádio Municipal Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG)
Data: 14 de maio de 2014 (Quarta-feira)
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Marconi Helbert Vieira (MG)
Cartões amarelos: Alex Alves, Esquerdinha e Amaral (Goiás)

Gols:
GOIÁS: Ramon, aos 8min do segundo tempo; Danilo, aos 24min do segundo tempo

GOIÁS: Renan, Thiago Mendes (Clayton Sales), Jackson, Alex Alves e Juliano; Amaral, David, Ramon (Rodrigo), Esquerdinha e Tiago Real (João Paulo); Danilo
Técnico: Ricardo Drubscky

BOTAFOGO: Jéfferson, Edilson, Bolívar, Dória e Junior Cesar; Gabriel, Mario Bolatti, Daniel (Lucas) e Jorge Wagner (Wallyson); Pablo Zeballos (Fabiano) e Emerson Sheik
Técnico: Vagner Mancini

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.