Reserva de Juninho durante a gestão do ex-treinador deu os passes para os gols na vitória diante do Goiás, no último sábado

O lateral-esquerdo William Matheus foi reserva do contestado Juninho durante todo o tempo em que conviveu com Gilson Kleina no Palmeiras . No primeiro jogo após a demissão do treinador, ganhou a oportunidade de enfrentar o Goiás , seu ex-clube, e correspondeu com duas assistências na vitória por 2 a 0 da noite de sábado, no Pacaembu.

Confira a classificação atualizada, artilharia e notícias do Brasileirão

"Com o Kleina, tive poucas oportunidades. Depois que jogava, ficava mais um tempo fora por um motivo ou outro", lamentou William Matheus, nesta segunda-feira, evitando criticar o seu antigo comandante. "Isso faz parte. Ele é um excelente treinador, que me ajudou bastante, e agradeço por isso. Agora, espero ter mais chances para agarrar da melhor maneira possível."

O responsável por promover William Matheus ao time titular do Palmeiras foi o interino Alberto Valentim, que não deverá durar muito tempo no cargo. "O Alberto é um cara muito capacitado, mas a gente sabe que alguém vai chegar para o lugar dele. Lamentamos pela saída do Kleina e receberemos muito bem o próximo técnico", avisou o lateral esquerdo.

E mais: Veja qual técnico estrangeiro o Palmeiras pode contratar

Por enquanto, William Matheus precisa agradar a Alberto Valentim. O jogador sabe que, se seguir em alta sob o comando do interino, terá grandes chances de não voltar a perder o seu posto para Juninho no futuro.

"Para quem está entrando no time, as mudanças são muito boas. Mas devemos ter a cabeça no lugar e saber que não são os jogadores que decidem isso. Se os responsáveis acharem que precisam mudar a equipe de novo por um motivo ou outro, precisaremos acatar", conscientizou-se o obediente William Matheus.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.