Atacante foi diagnosticado com arritmia cardíaca há cerca de um mês, durante uma partida do Vasco

O atacante Everton Costa
Fabio Castro/Agif/Gazeta Press
O atacante Everton Costa

Após sofrer arritmia cardíaca em campo há cerca de um mês, o atacante Éverton Costa tem nova ressonância magnética marcada para esta quarta-feira. O exame servirá para reavaliar a evolução da miocardite, que é o processo inflamatório do músculo cardíaco. A expectativa é que a inflamação tenha regredido e, caso seja confirmada, o jogador precisaria ainda de cinco meses para voltar a treinar. Mas caso a situação seja grave, ele corre o risco de ser obrigado a aposentar.

O atleta sofreu de arritmia cardíaca no último dia 16 de abril, quando o Vasco enfrentava o Resende pela Copa do Brasil. Ele deixou São Januário direto para o hospital, onde ficou seis dias internado. Agora, Éverton Costa está em repouso em casa, mas segue sob observação médica.

O atacante tem tomadoremédios para prevenir novo susto, mas segundo o cardiologista Gustavo Gouvea, que foi contratado pelo Vasco especialmente para este caso, a tendência é que a inflamação tenha diminuído neste mês.

Éverton pertence ao Coritiba e tem vínculo com o Vasco até dezembro. Com o problema cardíaco, o empresário Jorge Machado admitiu que há possibilidade de renovar sem custos para o clube carioca. Ele marcou um gol em dez jogos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.