O empresário americano Randy Lerner disse que contraiu uma dívida ao administrar o time, que escapou do descenso em 2014

Após oito anos no comando do Aston Villa, o empresário americano Randy Lerner colocou o clube à venda nesta segunda-feira. Ele argumenta que foi consumido por batalhas a cada semana neste período à frente do time de Birmingham, que lutou contra o rebaixamento nesta temporada.

"As últimas temporadas têm sido de batalhas semana a semana", disse Lerner. "Acima de tudo, seja como proprietário, presidente, investidor ou simplesmente como torcedor, a dívida que tenho com o Villa é coloca-lo em primeiro lugar. Devo ao clube o direito de seguir em frente e procurar o frescor de uma liderança revigorada, se no meu coração eu sinto que já não posso fazer o trabalho", disse o empresário em comunicado divulgado no site oficial do clube.

Lerner comprou o time em 2006 por 62,2 milhões de libras (cerca de R$ 232,6 milhões na cotação atual) prometendo liderar o clube que foi campeão europeu em 1982 de volta às primeiras colocações do futebol inglês. Sob sua tutela, a equipe chegou à final da Copa da Liga Inglesa em 2010, quando acabou derrotado pelo Manchester United. Além disso, o time teve boas temporadas ao terminar o Campeonato Inglês no sexto lugar três vezes consecutivas, entre 2008 e 2010.

Mas desde a queda do técnico Martin O'Neill, há quatro anos, o time vem caindo de produção. O time jovem comandado por Paul Lambert tem lutado contra o descenso nas duas últimas edições do Nacional e terminou o campeonato desta temporada na 15ª colocação, cinco pontos acima do rebaixamento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.