Chileno não esteve em campo na derrota para o Sampaio Corrêa, que marcou a demissão do treinador

Desfalque na derrota para o Sampaio Corrêa que pôs fim à trajetória de Gilson Kleina no Palmeiras por conta de sobrecarga muscular, Valdivia não demonstrou nenhum abatimento no primeiro treino sem o técnico. O jogador fez graça e participou normalmente da atividade comandada por Alberto Valentim, definido como interino no cargo.

Após reunião, Gilson Kleina deixa o comando do Palmeiras

O chileno entrou sorrindo e correndo no gramado, mostrando que o incômodo muscular que o impediu de viajar ao Maranhão já não o atrapalhava. Logo trocou risos com Victorino, dando leves socos na cabeça do zagueiro uruguaio, e brincou de luta ao tentar derrubar o lateral-esquerdo Paulo Henrique.

O camisa 10 exibiu vontade e qualidade na atividade em campo reduzido. Deu entradas duras para desarmar adversários e foi prontamente elogiado por Valentim ao marcar dois gols logo no começo da atividade. Pelo que mostrou nesta tarde, estará em campo no sábado.

De Luxemburgo a Silas: veja qual técnico desempregado é opção para o Palmeiras

Gilson Kleina poupava Valdivia até de treinos no campo para evitar lesões e a sua programação era escalá-lo como titular no sábado, contra o Goiás, no Pacaembu, pelo Brasileiro. O agora ex-técnico considerava mais importante tê-lo no fim de semana do que em São Luis, cidade na qual comandou seu último jogo no Palmeiras.

Se Valdivia estará em campo diante do Goiás, outros desfalques não estarão à disposição da estreia do interino Alberto Valentim. Bruno César ainda nem treina em campo por conta de lesão na coxa direita, enquanto Bruninho e Thiago Martins só trabalham fisicamente e Fernando Prass sofreu cirurgia no cotovelo direito que o deixará ausente até agosto.

Goleiro da Ponte Preta nega que tenha sido procurado pelo Palmeiras

Na tarde desta quinta-feira, quem foi titular na derrota por 2 a 1 no Maranhão trabalhou somente na sala de musculação. O restante do elenco, que pouco mostrou sorrisos horas após a saída do antigo treinador, fez as atividades técnica sob o comando de Alberto Valentim, ex-lateral direito que se juntou à comissão neste ano e que estará à frente do time enquanto não chegar nenhum substituto para Kleina.


* Com Gazeta Esportiva.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.