Tamanho do texto

Três torcedores feridos (um deles em estado grave) forçaram a decisão de adiar o início do jogo entre Fiorentina e Napoli

A final da Copa da Itália entre Fiorentina e Napoli deveria começar às 16 horas, no Estádio Olímpico, em Roma. Porém uma briga entre torcidas organizadas dos dois clubes resultou em quatro pessoas feridas, sendo que uma delas está em estado grave.

Os torcedores do Napoli arremessam bomba e sinalizadores no campo, enquanto uma comissão foi formada para decidir se existem condições para o início do duelo.

Torcida do Napoli antes do jogo contra a Fiorentina em Roma pela final da Copa da Itália
Gregorio Borgia/AP
Torcida do Napoli antes do jogo contra a Fiorentina em Roma pela final da Copa da Itália

O capitão do Napoli, Hamsik, tentou convencer os líderes da torcida organizada napolitana a pararem de arremessar objetos perigosos no local da disputa do jogo. Houve um acordo e a partida começou com 45 minutos de atraso. 

Houve também confronto entre a polícia que faz a segurança da partida e torcedores de ambos os times nos arredores do Estádio Olímpico.

O homem ferido foi baleado no peito enquanto caminhava em direção ao Estádio Olímpico e foi levado para o hospital Villa San Petro, informou a agência Ansa. Um outro teria sido atingido no braço. A pistola usada nos incidentes foi encontrada pela polícia, segundo a agência de notícias AGI.

Sinalizadores foram atirados no gramado por ultras
Gregorio Borgia/AP
Sinalizadores foram atirados no gramado por ultras

Os confrontos aconteceram na Tor di Quinto, área próxima ao estádio, com os torcedores dos dois times atirando explosivos na direção dos rivais antes da partida.

O site do jornal La Repubblica fala em seis pessoas feridas nos confrontos. A polícia só confirmou de forma imediata à Reuters a informação do torcedor baleado no peito.

*com Gazeta e Reuters

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.