Tamanho do texto

Atacante já defendeu o Palmeiras no torneio nacional e, por isso, não pode jogar por outro clube na competição

Alan Kardec durante treino físico na sua passagem pelo Palmeiras
Reprodução/Facebook
Alan Kardec durante treino físico na sua passagem pelo Palmeiras

Tido como reforço certo do São Paulo , Alan Kardec não poderá jogar na Copa do Brasil caso sua futura equipe avance de fase, na quarta-feira que vem. O atacante já atuou uma vez na atual edição do torneio mata-mata, com a camisa do Palmeiras, o que o impossibilita de defender outro time na competição que terminará em novembro.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

O regulamento da Copa do Brasil não especifica essa restrição em nenhum de seus parágrafos. Discorre apenas sobre a condição de jogo de atletas registrados e a possibilidade de novos registros até 26 de agosto. Mas, procurado pela reportagem, Virgílio Elísio, diretor de competições da Confederação Brasileira de Futebol, respondeu que Kardec "não poderá atuar por outro clube".

Leia mais: São Paulo corta 20% dos gastos por Kardec, e rivais se voltam contra o clube

A situação é semelhante à que viveu Alexandre Pato, outro jogador recém-chegado ao clube. Contratado depois de ter feito cinco partidas pelo Corinthians - e excedido o limite de duas permitido para poder defender outra equipe no Campeonato Paulista -, o atacante só pôde estrear na Copa do Brasil, depois de ficar um mês apenas treinando no CT da Barra Funda.

Na Copa do Brasil, basta ter jogado uma vez para não poder vestir outra camisa na competição. No caso de Kardec, foi justamente isso o que ocorreu. Ele entrou em campo somente na estreia, quando o Palmeiras venceu o Vilhena-RO por 1 a 0. No duelo de volta, na capital paulista, ele foi desfalque por conta de dores na coxa.

Mesmo se tivesse condição, Kardec só poderia jogar pelo São Paulo em julho, quando for reaberta a janela de transferências europeia, tendo em conta que ele está emprestado até 30 de junho pelo Benfica, clube português que detém seus direitos econômicos. Assim, ele já não enfrentaria o CRB, na próxima quarta-feira, no Pacaembu, pela volta da segunda fase.

Para eliminar o time alagoano, o São Paulo depende de vitória por 1 a 0 ou por dois gols de diferença, caso também seja vazado, uma vez que foi derrotado por 2 a 1, de virada, em Maceió. Ainda não há data definida para a fase seguinte, mas o torneio só terminará em novembro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.