Time gaúcho esperava eliminar jogo de volta na Copa do Brasil, mas sofreu para empatar com rival do Mato Grosso

O empate em 1 a 1 com o Cuiabá não estava nos planos do Internacional . Na saída de campo, era visível a decepção dos jogadores colorados com a atuação do time. Se vencer por dois gols e eliminar o jogo de volta era uma meta reconhecidamente complicada de ser atingida, poucos imaginavam que a equipe escaparia por tão pouco da derrota na Arena Pantanal.

Internacional sofre diante do Cuiabá e evita derrota com gol no fim

"A ideia era ganhar, não conseguimos. Não jogamos bem, sabemos que precisamos de ajustes. Tomamos muitos contra-ataques, estivemos mal posicionados. Podíamos até ter tomado mais um gol no primeiro tempo", reconheceu o capitão D’Alessandro. "São lições. Tivemos uma no domingo, no jogo contra o Botafogo, e hoje mais outra. Agora é trabalhar e procurar atuar bem melhor", resumiu o zagueiro Paulão.

D'Alessandro em ação pelo Internacional
André Romeu/VIPCOMM
D'Alessandro em ação pelo Internacional

Autor do gol salvador aos 40 minutos do segundo tempo, o centroavante Rafael Moura lamentou que o time não tenha conquistado uma vitória para presentear a torcida. Cerca de metade dos 22 mil torcedores que foram à Arena Pantanal eram colorados.

Confira a tabela de jogos, artilharia e notícias da Copa do Brasil

"Tive muitas dificuldades, foram dois zagueiros o tempo todo na minha cola. Tivemos uma noite infeliz, o time todo jogou abaixo. Ficamos devendo para a torcida, que veio nos prestigiar. É uma pena, mas temos totais condições de nos classificarmos no jogo de volta. A gente sabia que a classificação antecipada hoje era uma tarefa difícil", analisou o He-Man.

Inter e Cuiabá voltam a se enfrentar no dia 15, no Beira-Rio. Um empate em 0 a 0 classifica o Colorado para pegar Chapecoense, Ceará ou Parnahyba na terceira etapa da Copa do Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.