Com apenas um ponto em duas rodadas, time carioca aparece na 17ª colocação na tabela de classificação da competição

O Vasco continua sem vitórias na Série B . Em partida disputada na tarde deste sábado, na Arena Pantanal, em Cuiabá, a equipe de São Januário foi derrotada pelo Luverdense pelo placar de 2 a 1 e segue na parte de baixo da tabela de classificação.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias da Série B

Com derrota para o Luverdense, Vasco segue com apenas um ponto na Série B
Futura Press
Com derrota para o Luverdense, Vasco segue com apenas um ponto na Série B

Apesar da presença da torcida que compareceu em bom número para incentivar a equipe, o Vasco mostrou um time muito irregular que permitiu que a equipe da casa abrisse uma vantagem de dois gols. Os cariocas ainda conseguiram marcar um gol, mas não conseguiram chegar ao gol do empate.

Com apenas um ponto ganho, o Vasco ocupa a 17ª posição. Já o Luverdense, que tinha empatado na rodada de estreia da competição, alcançou os quatro pontos e assumiu, provisoriamente, a terceira posição.

Na próxima rodada, o Vasco vai receber o Atlético Goianiense, em São Januário. enquanto o Luverdense vai encarar a Ponte Preta, em Campinas.

O jogo

Apoiado por grande torcida, o Vasco partiu para o ataque, assim que o árbitro apitou o início da partida. Thales foi lançado na grande área, chegou a se livrar do goleiro Gabriel Leite, mas perdeu o ângulo e acabou bloqueado pela zaga do Luverdense.

Depois da pressão inicial, o Luverdense começou a colocar os nervos no lugar e passar a trocar passes com mais objetividade. Aos cinco minutos, a defesa vascaína vacilou e Misael recebeu em liberdade, mas se atrapalhou na hora da conclusão.

Aos 11 minutos, o Vasco criou a primeira grande chance. Thales lançou Montoya nas costas da zaga e o colombiano, depois de driblar o goleiro Gabriel Leite, ficou sem ângulo e chutou na rede, pelo lado de fora, enquanto Thales,livre, pedia a bola para concluir.

O time carioca se mostrava mais agressivo, principalmente quando Montoya estava com a bola, já que o jogador colombiano levava sempre vantagem sobre o seu marcador.

O Luverdense atuava de forma cautelosa e tentava explorar os avanços do adversário para abrir espaços para a velocidade de Misael. Aos 18 minutos, Misael foi lançado na corrida, mas chutou errado, desperdiçando uma boa chance.

Aos 21 minutos, o Luverdense marcou o primeiro gol, o primeiro também da história da Arena Pantanal. O lateral direito Raul Prata arrancou em velocidade, driblou Rafael Vaz e Luan e bateu cruzado. Diogo Silva conseguiu fazer a defesa, mas o rebote caiu nos pés de Reinaldo que colocou a bola nas redes da equipe carioca.

O Vasco tentou a reação imediata com um chute violento de Felipe Bastos, mas a bola passou perto da trave direita de Gabriel Leite. O meia Douglas passou a participar mais do jogo e levou o time cruz-maltino a aumentar a pressão, forçando o jogo nas imediações da área da equipe de Mato Grosso, mas os seguidos erros de passe, impediam que o domínio se transformasse em gols.

Aos 29 minutos, o Vasco teve outra boa chance para empatar em cobrança de falta, na entrada da área, mas o chute de Douglas se chocou com o travessão. Logo depois, André Rocha cruzou, da direita, e Thales cabeceou por cima.

O Luverdense quase ampliou aos 35 minutos. Misael foi lançado, se livrou de Luan e chutou forte. Diogo Silva tocou com a ponta dos dedos e mandou para escanteio. Na cobrança, o goleiro saiu muito mal, soltou a bola, mas o Luverdense não conseguiu aproveitar a falha.

Mesmo sem jogar bem, o Vasco pressionava em busca do gol do empate. Aos 42 minutos, Douglas foi derrubado na entrada da área.Na cobrança, Douglas tocou para Felipe Bastos que mandou a bomba, mas a bola desviou na zaga e subiu. Depois do escanteio, a bola ficou com o zagueiro Luan que evitou um marcador e chutou forte, mas a bola desviou em Renato e saiu.

No último lance da primeira etapa, Douglas cruzou e Reginaldo cabeceou para fora.

O Vasco voltou para o segundo tempo com duas alterações no ataque. William Barbio e Yago entraram nos lugares de Montoya e Reginaldo.

Aos quatro minutos, Felipe Bastos cobrou falta na grande área e a bola sobrou para William Barbio. O atacante tentou uma bicicleta, mas acabou caindo sem conseguir a conclusão. Dois minutos depois, Barbio cruzou da esquerda e Thales subiu mais do que a zaga, mas cabeceou sem perigo.

O Luverdense chegou, pela primeira vez, com perigo, aos oito minutos. Após rápida troca de passes, a bola sobrou para Gilson que teve o chute bloqueado por Rafael Vaz.

Um minuto depois, Misael teve a camisa puxada dentro da área, por André Rocha. Pênalti que o árbitro marcou e Rubinho converteu, tocando com categoria no canto direito de Diogo Silva. Ao sofrer o segundo gol, o time do Vasco ficou muito nervoso, o que resultou em aumento de passes errados. A equipe da casa se aproveitava da situação para tocar a bola e tentar aproveitar a intranquilidade da equipe carioca.

Aos 15 minutos, Edinho recebeu na esquerda e cruzou para Léo que entrava pelo meio, mas Rafael Vaz salvou, mandando para escanteio. O time de Mato Grosso seguia dominando a partida e, aos 21 minutos,após cruzamento na área, Gilson desviou e a bola bateu na trave defendida por Diogo Silva.

Sem alternativa, o Vasco partiu para o ataque e, aos 23 minutos, Douglas obrigou o goleiro Gabriel Leite a fazer grande defesa, desviando para escanteio.

Aos 25, o time carioca marcou o primeiro gol, em grande chute de Yago que deixou o goleiro do Luverdense sem qualquer chance de defesa.

O lance entusiasmou o time que quase desempata, aos 27, quando Thales lançou Diego Renan que entrou pelo meio e tocou na saída de Gabriel Leite, mas a bola bateu na trave esquerda. Assustado, o Luverdense recuou para defender a vantagem, enquanto o Vasco seguia na pressão. Aos 35 minutos, Douglas levantou na área e André Rocha cabeceou para fora.

O Luverdense só conseguiu sair da defesa aos 41 minutos, em boa troca de passes que culminou com um chute de Fernando,bem defendido por Diogo Silva.

Nos minutos finais, o Vasco pressionou, de forma desesperada, em busca do gol do empate, mas o Luverdense soube se defender e garantir a vitória.

FICHA TÉCNICA -  LUVERDENSE 2 X 1 VASCO
Local:
Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Data: 26 de abril de 2014 (Sábado)
Horário: 16h20 (de Brasília)
Público: 17.808
Árbitro: Jean Pierre Lima (RS)
Assistentes: Márcio Luiz Augusto (SP) e Márcia Bezerra Caetano (RO)
Cartões Amarelos: Raul Prata, Carlão (Luverdense)

GOLS
LUVERDENSE:
Reinaldo, aos 21 minutos do primeiro tempo; Rubinho, aos dez minutos do segundo tempo
VASCO: Yago, aos 25 minutos do segundo tempo

LUVERDENSE: Gabriel Leite, Raul Prata, Renato, Braga e Edinho; Carlão, Gilson, Washington (Júlio Terceiro) e Rubinho (Fernando); Misael e Reinaldo (Léo)
Técnico: Júnior Rocha

VASCO: Diogo Silva, André Rocha, Luan, Rafael Vaz e Diego Renan; Aranda, Fellipe Bastos (Dackson), Montoya (William Barbio) e Douglas; Thalles e Reginaldo (Yago)
Técnico: Adilson Batista

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.