Membros de organizada do time de Belém cobraram por melhores resultados e três jogadores se afastaram do clube

A manhã deste sábado foi bastante tensa para os jogadores do Remo. Vestidos com roupas de torcida organizada, cerca de 30 homens invadiram o treinamento realizado no estádio Baenão com pedaços de pau para intimidar e ameaçar o elenco e a comissão técnica do clube. Inconformados com a ação dos torcedores, o técnico Roberto Fernandes e alguns jogadores anunciaram o desligamento do clube horas depois.

Principais alvos da violenta manifestação, os meias Athos, Eduardo Ramos e Thiago Potiguar saíram do local de treinamento avisando que não voltarão a defender o Remo. O atacante Leandrão tomou a mesma decisão.

O protesto teria sido comandado por integrantes da extinta torcida Remoçada e a ação seria represália por conta do mau momento do time. A gota d’água foi a derrota por 3 a 0 para o Independente na primeira partida das semifinais do Campeonato Paraense. O jogo de volta é às 16 horas desta quinta-feira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.