Emprestado pelo Benfica até 30 de junho, atacante despertou a cobiça de outros clubes brasileiros -- entre eles o São Paulo

Alan Kardec, atacante do Palmeiras
Miguel Schincariol/ Gazeta Press
Alan Kardec, atacante do Palmeiras

O atacante Alan Kardec não apareceu na Academia de Futebol na tarde desta sexta-feira, para participar do último treino do Palmeiras antes da partida com o Fluminense no sábado. Um dia antes, o atacante já havia abandonado uma atividade no gramado para cuidar de uma gastrite.

O problema surgiu exatamente durante à complicada negociação para definir o futuro de Alan Kardec. Emprestado pelo português Benfica até 30 de junho, o atacante despertou a cobiça de outros clubes brasileiros - entre eles, o rival São Paulo.

Os dirigentes do Palmeiras temem que a concorrência inflacione o negócio, até porque o presidente Paulo Nobre pretende convencer Kardec a receber um salário inferior aos vencimentos de atacantes de outros grandes clubes.

Como não trabalhou nesta sexta-feira, Alan Kardec não deverá estar à disposição do técnico Gilson Kleina contra o Fluminense. Além do São Paulo, que promete aguardar o desfecho da negociação entre o Palmeiras e o jogador para fazer a sua investida, Cruzeiro e Internacional surgiram como interessados na contratação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.