Tamanho do texto

Vitória por 3 a 0 em Juiz de Fora garante o time carioca na próxima fase da Copa do Brasil, contra Náutico ou América-RN

O Fluminense derrotou o Tupi por 3 a 0, em partida disputada na noite desta quarta-feira, no Estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora. O resultado fez a equipe carioca se classificar para a próxima fase da Copa do Brasil, sem a necessidade de um segundo jogo, e espera agora o vencedor do confronto entre Náutico e América-RN para conhecer o próximo adversário na competição.

Foi a terceira vitória seguida do Flu depois que Cristovão Borges assumiu a direção técnica da equipe. Com os dois gols marcados, Fred chegou a 121, superando Ézio e Washington na lista dos maiores artilheiros da história do clube. Walter completou o placar. O Tupi mostrou uma equipe aguerrida que lutou durante os 90 minutos, em busca de melhor sorte na partida, mas que acabou superada por um time de maior qualidade técnica.

Fred e Rafael Sóbis comemoram o primeiro gol do Fluminense contra o Tupi pela Copa do Brasil
Futura Press
Fred e Rafael Sóbis comemoram o primeiro gol do Fluminense contra o Tupi pela Copa do Brasil

O Tupi começou a partida com muita disposição, fazendo uma marcação adiantada e tentando bloquear a saída de bola do adversário. Aos três minutos, Álvaro arriscou de longe, tentando surpreender Diego Cavalieri, mas o goleiro tricolor defendeu sem problemas. Só aos cinco minutos é que o Tricolor das Laranjeiras chegou com perigo na área mineira. Wagner tabelou com Conca e com Sobis, e cruzou para a conclusão de Fred, mas o chute do artilheiro bateu na zaga e saiu para escanteio.

Com o decorrer dos minutos, a equipe carioca passou a dominar as ações, enquanto o Tupi se preocupava com a defesa e tentava chegar no ataque, através de lançamentos longos. Aos dez minutos, Núbio Flávio arrancou em velocidade, pela direita, entrou na área,mas cruzou muito forte e não permitiu que Wesley chegasse na bola.

Com três minutos jogados, Gum evitou a conclusão de Wesley que entrava livre, pelo bico da pequena área. O cenário não era favorável para o Fluminense, já que a equipe dirigida por Cristovão Borges encontrava dificuldades para conter as avançadas do Tupi, pela direita.

Confira a tabela completa da Copa do Brasil

O Fluminense passou a adiantar seus jogadores de meio campo para pressionar a zaga da equipe mineira.Aos 17 minutos, o goleiro Gonçalves saiu mal e quase complicou a vida sua zaga. No minuto seguinte, o goleiro do Tupi mostrou segurança ao defender um chute perigoso de Wagner. Aos 23 minutos, o Fluminense marcou o primeiro gol. Após lançamento de Bruno, Rafael Sobis recebeu e colocou Fred na cara do gol. O artilheiro, com categoria, deslocou o goleiro Gonçalves e saiu para festejar.

Após sofrer o gol, o Tupi tentou manter a tranquilidade, mas quase sofreu o segundo gol, aos 28 minutos. Bruno investiu pela direita e cruzou na cabeça de Fred, na pequena área,mas o atacante foi bloqueado por Fabrício Ladeira que usou o braço para impedir a passagem da bola, mas o árbitro nada marcou.

Aos 32 minutos, o Fluminense ampliou. Jean lançou Wagner na esquerda e o cruzamento do meia encontrou Sobis na área. O chute do atacante bateu na zaga e a bola sobrou para Fred que não teve trabalho para empurrar a bola para as redes.

Logo depois de sofrer o segundo gol, o Tupi teve a chance de marcar o primeiro gol, aos 38 minutos. Henrique penetrou pela direita e cruzou para Wesley que entrou livre, mas mandou para fora. O time mineiro voltou a desperdiçar outra chance em cabeçada de Wesley Ladeira que subiu, sem marcação, e mandou por cima do travessão.

O Fluminense começou o segundo tempo com muita disposição ofensiva. E, logo aos três minutos, Conca arriscou da entrada da área e o goleiro Gonçalves espalmou para escanteio. O Tupi não se abalou e continuou tentando chegar ao gol carioca. Aos oito minutos, Genalvo tocou por cobertura,tentando surpreender Diego Cavalieri, mas o goleiro tricolor defendeu com segurança.

Enquanto a equipe mineira se lançava à frente em busca do primeiro gol, o Fluminense se aproveitava dos espaços deixados pelo Tupi para criar dificuldades para o gol defendido por Gonçalves.

Aos 11 minutos, Wagner investiu pela direita e lançou Fred que penetrava,livre, pelo meio. O artilheiro tocou na saída de Gonçalves, mas a bola saiu fraca e foi cortada por Wesley Ladeira. Aos 15, após boa troca de passes entre Fred,Wagner e Rafael Sobis, a bola ficou com Sobis que mandou uma bomba por cima do travessão. Logo depois foi a vez de Conca penetrar pela esquerda e mandar por cima, desperdiçando mais uma oportunidade.

Na sua busca desesperada por um gol que garantiria a realização da segunda partida, o Tupi partiu para a frente e o técnico Léo Condé trocou o volante Felipe Lima pelo atacante Maranhão para dar mais força ofensiva ao time.

Aos 30 minutos, Cristovão Borges resolveu trocar o atacante Fred por Walter que vinha sendo pedido pela torcida. E o ex-atacante do Goiás quase marcou o terceiro gol aos 34 minutos,mas chegou atrasado em passe de Conca, na pequena área.

E Walter acabou marcando o terceiro gol, aos 36 minutos. Conca fez um ótimo lançamento para Bruno que arrancou pela direita e cruzou na cabeça de Walter que deslocou o goleiro Gonçalves. Com a fatura liquidada, o Fluminense apenas se preocupou em tocar a bola e administrar a vantagem. E antes do jogo acabar, o goleiro Gonçalves evitou outro gol de Walter e Conca acertou a trave, no último lance da partida.

Veja gols e lances da partida:


FICHA TÉCNICA
TUPI 0 X 3 FLUMINENSE

Local: Estádio Municipal Mário Helênio, em Juiz de Fora-MG
Data: 23 de abril de 2014 (Quarta-feira)
Horário: 22 horas (de Brasília)
Público :9.350 pagantes
Árbitro : Antônio Rogério Batista do Prado (SP)
Assistentes: Ricardo Lanutto (SP) e Fabrício de Moura (SP)
Cartões Amarelos : Bruno Barros (Tupi); Diego Cavalieri, Jean (Fluminense)
Gols:
FLUMINENSE: Fred, aos 23 e 32 minutos do primeiro tempo; Walter, aos 36 minutos do segundo tempo

TUPI: Gonçalves; Henrique, Wesley Ladeira(Hélder), Fabrício Soares e Bruno Barros; Felipe Lima(Maranhão), Maguinho, Toledo(Genalvo) e Álvaro; Núbio Flávio e Wesley
Técnico: Leonardo Condé

FLUMINENSE: Diego Cavalieiri, Bruno(Wellington Silva), Gum, Wellington Carvalho e Carlinhos; Valencia, Jean, Wágner e Darío Conca; Rafael Sobis(Rafinha) e Fred(Walter)
Técnico: Cristóvão Borges

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.