Atacante peruano deve voltar à equipe titular para a partida diante do Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro

Mano Menezes comandou um coletivo na tarde de quinta-feira, no CT do Parque Ecológico. O técnico do Corinthians testou alternativas para o jogo de domingo, contra o Flamengo, no Pacaembu, e indicou que Paolo Guerrero voltará a fazer parte da escalação.

O peruano, que entrou bem no último fim de semana, contra o Atlético-MG, ficou entre os titulares durante toda a atividade. Na primeira parte, tirou a vaga de Petros. Na segunda, Luciano deu lugar a Petros, formação que deu melhores resultados no treinamento.

Petros diz que está longe de ser um craque, mas valoriza o próprio passe

A equipe foi montada inicialmente da seguinte forma: Cássio; Fagner, Cleber, Gil e Fábio Santos; Ralf, Guilherme, Luciano e Jadson; Romarinho e Guerrero. Luciano começou aberto na direita, com Jadson na esquerda, mas acabou se revezando com Romarinho e se aproximando de Guerrero.

O desempenho não foi dos melhores, e os titulares levaram um gol de Malcom. Aí, Mano tirou Luciano e colocou Petros, deixando Romarinho mais livre para se aproximar da área. Petros atuou bem, como havia feito no domingo, e a equipe melhorou. Romarinho, em um belo giro, marcou de pé esquerdo.

Com defesa mais ajustada, ataque do Corinthians volta a preocupar

Houve ainda uma bola na rede de Guerrero, em posição duvidosa, mas ficou claro que a segunda alternativa funcionou melhor. Novos testes serão feitos até sábado, quando deverá acontecer mais uma atividade tática de preparação para o confronto com o Flamengo.

No Pacaembu, Mano espera que o Corinthians incomode o adversário nas bolas paradas. Ele insistiu demais nas batidas de escanteio de Jadson, irritando-se com o número de bolas que foram direto para as mãos do goleiro reserva Walter: "Batendo assim, você vai armar contra-ataque toda hora."

Suando a camisa

O meio-campista Renato Augusto intensificou na quinta-feira os trabalhos na tentativa de ficar à disposição de Mano Menezes. Ele se recupera de uma inflamação no joelho direito, mais um de seus recorrentes problemas físicos, que já tiraram a paciência do treinador do Corinthians.

O atleta de 26 anos treinou sozinho, sob direção de Caio Mello. Ele se movimentava e devolvia a bola ao fisioterapeuta, em atividade bem mais exigente do que as feitas nos dias anteriores. Ainda não se sabe, no entanto, se será possível participar do jogo de domingo, contra o Flamengo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.