Tamanho do texto

Contrato do atacante, titular absoluto do técnico Ney Franco, se encerra no próximo dia 30

Um dos principais jogadores do Vitória e titular absoluto na era Ney Franco, o atacante Marquinhos pode ter seus dias contados em Salvador. Isso porque seu contrato só tem mais oito dias de validade, encerrando-se no dia 30.

Caso a diretoria do time baiano não consiga renovar com o atacante, Marquinhos atuará somente em mais dois jogos. Um deles será nesta quinta-feira contra o J.Malucelli, válido pela Copa do Brasil. O outro é diante do Atlético-PR, pelo Brasileirão. Os dois jogos ocorrerão em Pituaçu.

O técnico Ney Franco tem ainda esperanças de ter o jogador no decorrer da temporada e conta com a boa vontade do atacante: "Marquinhos tem demonstrado vontade enorme de continuar e a gente torce para que isso dê certo. A diretoria tem colocado a gente a par das negociações e espero que Marquinhos fique conosco", comentou o treinador.

Segundo a diretoria do Vitória, a alta pedida salarial de Marquinhos na primeira conversa entre ambas as partes dificultou a renovação em um primeiro momento. A troca na direção do futebol do clube também seria outro fator que colaborou para as negociações emperrarem: "A primeira conversa tinha sido com Queiroz. Agora, com Ximenes, recomeçou tudo", explica Epifânio Carneiro, vice-presidente do Vitória.

Carneiro não pretende afastar o atacante do elenco para os próximos jogos, justificando a vontade do clube em mantê-lo na equipe: "Ele permanece no grupo. Isso prova a boa vontade do clube, que quer manter o jogador", explicou o mandatário.

Marquinhos foi revelado pelas categorias de base do Vitória e estreou como profissional em 2007, na última rodada da Série B. Teve passagens apagadas, entre 2009 e 2011, por Palmeiras e Flamengo, voltando à equipe de Salvador em 2012. Disputou 192 partidas pelo Leão e balançou as redes 59 vezes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.