Jogador atuou no time da Vila Belmiro de 2006 a 2008 e lembra a equipe lutava contra degola quando ele subiu da base

Hudson foi apresentado no São Paulo nesta terça-feira (15/04)
Rubens Chiri/São Paulo
Hudson foi apresentado no São Paulo nesta terça-feira (15/04)

O novo reforço do São Paulo foi formado nas categorias de base do Santos. Destaque do Botafogo de Ribeirão Preto no Campeonato Paulista, o volante Hudson entende que não conseguiu se firmar na equipe em que começou por conta da situação do Peixe na época, entre 2006 e 2008.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

"De lá, guardo coisas boas, não tenho mágoa nenhuma. O Santos vivia um momento difícil quando subi, pois brigava para não ser rebaixado. O clube precisava se libertar da possibilidade de queda, tinha jogadores experientes e talvez a aposta em um jovem não fosse uma boa saída. Eu não tinha o amadurecimento que tenho hoje e sei que o futebol precisa disso", comentou.

Leia mais: Último reforço da era Juvenal no São Paulo, Hudson assume “missão da vida”

No Brasileirão de 2008, o Alvinegro da Vila Belmiro terminou em 15º lugar, escapando da degola. Mas Hudson teve de sair para buscar seu espaço em outro lugar e passou por Santa Cruz, Ituano, Red Bull Brasil, Comercial, Oeste e Brasiliense.Neste ano, defendeu o Botafogo-SP e foi eleito para a seleção do Campeonato Paulista. Para o atleta, a sequência de transferências o fez evoluir, fazendo chegar ao São Paulo com a sensação de que está pronto para o desafio, aos 26 anos.

"Eu tinha uma base excelente no Santos, que me preparou tecnicamente e psicologicamente. Depois que saí, passei por outros clubes de menor escalão, tive salários atrasados e isso me fez crescer como homem. Aprendi a dar valor a cada minuto", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.