Time alvuinegro precisava vencer por dois gols de diferença e conseguiu com triunfo por 5 a 2

Finalistas da última temporada, Ceará e Guarany de Sobral protagonizaram mais um grande confronto na semifinal do Campeonato Cearense de 2014. Uma semana depois de proporcionarem um jogo com duas viradas e outras duas expulsões, as equipes voltaram a se enfrentar neste domingo, no Castelão, em um duelo repleto de emoções. Depois dos 90 minutos, porém, o Vozão levou a melhor por 5 a 2 - com três tentos de Magno Alves - e garantiu um lugar na grande decisão do Estadual, a ser disputada diante do Fortaleza.

A partida deste domingo, assim como a do fim de semana passada, teve algumas reviravoltas. Precisando de um triunfo por dois gols de diferença - por causa do revés de 3 a 2 na ida - para se classificar, o Guarany de Sobral saiu atrás ainda no primeiro tempo. Aos 44 minutos - quatro após Zé Augusto, dos visitantes, ter sido expulso -, Bill cruzou para a área com enorme categoria e encontrou Magno Alves, que só completou para o fundo das redes. O Ceará abria o placar instantes antes do intervalo e colocava um pé na final do Estadual.

Nos vestiários, porém, o treinador da equipe do interior, Vladimir de Jesus, fez duas substituições e mudou a atitude do Guarany de Sobral. Saíram Maranhão e Reinaldo Luis, e entraram Tininho e Zé William. E foi o atacante, aliás, que empatou o confronto. Aos oito, após lançamento preciso, Zé William não deu chances para a defesa de Luís Carlos e deixou tudo igual no Castelão. A virada veio quatro minutos depois, com Thiago Furlan. Ele se livrou de Anderson e, com muita categoria, fez o segundo do time de Sobral.

Pressionado pelo resultado e pelo vice-campeonato da Copa do Nordeste, o Ceará passou a partir com tudo para cima da equipe visitante, que não resistiu. Aos 15, Bill acertou a trave. Aos 30, porém, Magno Alves empatou o jogo, após grande assistência de Leandro Brasília. Motivado, o Magnata sequer havia terminado de comemorar o segundo, quando já fez o terceiro. Aos 32, ele cruzou a bola para a área, ela desviou em Joécio e morreu no fundo das redes: 3 a 2.

Com a classificação assegurada, o Ceará manteve o controle do jogo e ainda balançou as redes mais duas vezes antes do apito final. Aos 38, Souza escapou da marcação de Rodrigo Vitor e ampliou o placar no Castelão. Sete minutos mais tarde, Bill recebeu do autor do quarto gol e, frio, anotou o quinto, fechando a contagem no Castelão. O Vozão é finalista do Campeonato Cearense, que será decidido diante do Fortaleza, nas duas próximas quartas-feiras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.