Prevendo protesto da torcida após eliminação na Libertadores, clube contratou seguranças e pediu o reforço da Polícia Militar

Botafogo de Walyson perdeu para o San Lorenzo e está fora da Libertadores
Futura Press/Matias Napoli
Botafogo de Walyson perdeu para o San Lorenzo e está fora da Libertadores

A torcida do Botafogo ainda não digeriu a eliminação do time logo na primeira fase da Copa Libertadores . Na tarde deste sábado, um grupo de 40 torcedores se reuniu na frente de General Severiano, sede do clube, para protestar. Alguns chegaram a arremessar ovos na direção do palacete, mas não houve tentativa de invasão.

Prevendo que haveria protestos, a diretoria do Botafogo contratou cerca de 15 seguranças e contatou a Polícia Militar, que enviou duas viaturas ao local.

Leia mais: Atletas do Botafogo são recepcionados com xingamentos e ovadas no Rio de Janeiro

Além de exigirem o título da Copa do Brasil, as faixas levadas pelos torcedores pediam a renúncia de Maurício Assumpção, a contratação de reforços, "mais profissionais e menos amigos" na comissão técnica e o direito de voto aos sócios contribuintes.

Os jogadores do Botafogo receberam folga no final de semana, e só voltam a trabalhar na próxima segunda-feira. A diretoria ainda não definiu quem vai substituir Eduardo Hungaro, demitido na última sexta-feira .

O Botafogo volta a campo no próximo dia 20 (domingo), quando enfrenta o São Paulo no Morumbi, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.