Espanhóis e alemães vão se enfrentar em uma das semifinais da Liga dos Campeões

Realizado na manhã desta sexta-feira, em Nyon, na Suíça, o sorteio das semifinais da Liga dos Campeões reservou aos fãs de futebol o aguardado duelo entre Real Madrid e Bayern de Munique , a partir do próximo dia 23. Tido como possível decisão antecipada da competição europeia, o confronto já mexe com a cabeça dos envolvidos. Logo após a definição do jogo, por exemplo, o treinador do Real, Carlo Ancelotti, admitiu que a equipe espanhola encontrará muitas dificuldades, mas ressaltou que ela deve ter "boa atitude" para tentar superar os atuais campeões mundiais.

Carlo Ancelotti, técnico do Real Madrid
Getty Images/Gonzalo Arroyo Moreno
Carlo Ancelotti, técnico do Real Madrid

"O sorteio foi bom, porque estamos nele", brincou o italiano, em entrevista coletiva concedida nesta sexta. "Os nossos jogos serão contra uma equipe complicada, mas temos que ter a esperança de ir bem. Precisamos de um bom ambiente e de uma boa atitude. Temos muita expectativa e motivação, pois faz tempo que o Real não briga por tudo. Esperamos que todos tenham a mesma esperança. Será um jogo complicado, mas para o Bayern também. Não é fácil jogar contra o Real Madrid", avaliou Ancellotti.

Real Madrid e Bayern de Munique já se enfrentaram em duelos válidos pela semifinais da Liga dos Campeões da Europa em seis oportunidades. Os alemães levam grande vantagem, tendo chegado à final cinco vezes, contra apenas uma dos espanhóis. O embate mais recente entre as equipes nesta fase da Champions  aconteceu em 2012, quando o grande destaque foi o goleiro bávaro Manuel Neuer, que defendeu dois pênaltis, de Kaká e de Cristiano Ronaldo, na partida de volta, em Madri, e colocou o Bayern na decisão diante do Chelsea, vencida posteriormente pelos ingleses.

Apesar do bom retrospecto, o discurso adotado pelos jogadores do Bayern é de respeito ao adversário. Especialmente a um ataque que conta com jogadores como Cristiano Ronaldo, Karim Benzema, Gareth Bale e Angel Di María. "Será um duelo difícil. Haverá o encontro de dois dos melhores ataques do mundo, mas tenho grande esperança de que chegaremos à final", afirmou o meia Franck Ribéry.

"O Real é o rival mais difícil que poderíamos enfrentar. Será duro, mas confio em nossa equipe", acrescentou o volante Javi Martínez, que, quando atuava pelo Athletic Bilbao, mais perdeu do que ganhou da equipe merengue em jogos do Campeonato Espanhol e da Copa do Rei. "Espero que, agora no Bayern, esta sorte mude", brincou.

Por sua vez, o arqueiro Manuel Neuer, herói da classificação bávara sobre os merengues em 2012, comemorou o fato de poder reencontrar o Real Madrid. "Me alegra muito poder voltar a jogar no Santiago Bernabéu contra o Real Madrid. É um estádio que me proporcionou muitos sentimentos positivos. A partida de volta da semifinal há dois anos, quando passamos para a final nos pênaltis, foi uma loucura. Uma das maiores emoções de minha carreira", admitiu o goleiro alemão, que voltará ao estádio blanco no dia 23 de abril, no duelo de ida desta temporada. A volta, a ser realizada na Allianz Arena, em Munique, está marcada para próximo o dia 29.

    Leia tudo sobre: bayern de munique
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.