Tamanho do texto

..

O técnico Paulo Autuori gostou do início do Atlético-MG contra os venezuelanos do Zamora, mas admitiu que o time poderia ter rendido um pouco mais na totalidade da partida. Segundo ele, a equipe atingiu o objetivo de ser primeiro na chave e, como já entrou em campo classificado, o ritmo acabou sendo diferente do normal na vitória por 1 a 0 , já pensando na decisão do Campeonato Mineiro, contra o Cruzeiro.

"Conseguimos o objetivo, que era classificar. A equipe começou muito bem o jogo, dando aquilo que a gente queria e podíamos ter ganhado com uma vantagem um pouco maior. Criamos chances para isso. É difícil uma equipe jogar com a garantia da classificação, ganhando o jogo, e com o desafio que estamos preparados que é no domingo", analisou.

Apesar da exibição não ter sido das melhores, o treinador alvinegro entende que o time conseguiu trabalhar bem a bola em uma parte do jogo, mas acabou perdendo o foco. Autuori argumenta que não dá para exigir muitos dos jogadores que tem convivido com o excesso de partidas.

"A equipe hoje fez muita coisa do que eu quero. Principalmente no início do jogo. Trocando bola, de pé em pé, usando os lados do campo. Depois, perdemos um pouco o foco disso. Facilitamos para o adversário. Mas não posso exigir muito mais. Porque são muitos jogos. Esse não é um problema só nosso. Mas vai na recuperação, no papo. Aos poucos, vamos fazendo o que a gente espera", declarou.

No domingo, o Atlético-MG enfrenta o arquirrival Cruzeiro na final do Mineiro, e Paulo Autuori já mobiliza a equipe para buscar o título estadual. "O mais importante foi a maneira como a gente se entregou no jogo, e agora é pensar no domingo. Todas as atenções a partir de agora será neste jogo", disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.