Atacante foi expulso no primeiro jogo, vai cumprir suspensão, e técnico pode optar por Fellipe Bastos, Bernardo ou Thalles

Adilson Batista, técnico do Vasco
Flickr/Vasco
Adilson Batista, técnico do Vasco

A indefinição sobre a escalação do Vasco para o jogo de domingo continua. O técnico Adilson Batista fechou boa parte do treino do elenco na manhã desta quinta-feira, em São Januário, e quando a entrada dos jornalistas foi liberada havia em campo apenas um treino técnico, o que torna impossível descobrir, por exemplo, quem será o substituto do atacante Everton Costa, que vai cumprir suspensão por ter sido expulso no primeiro jogo.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

O favorito para a vaga de Everton Costa é o volante Fellipe Bastos, com Adilson, dessa maneira, mudando o esquema da equipe do 4-3-3 para o 4-4-2. Bernardo e Thalles também podem ser escolhidos para o posto, mantendo assim o 4-3-3.

Mais uma vez o volante argentino Pablo Guiñazu, que se recupera de uma pancada no tornozelo esquerdo, e o atacante Edmilson, ainda com dores na coxa esquerda, não trabalharam. Ambos ficaram fazendo reforço muscular, mas não preocupam para domingo. Já o goleiro Martin Silva e o lateral esquerdo Diego Renan, poupados na quarta-feira, trabalharam normalmente.

Nesta sexta-feira Adilson comandará mais um treino pela manhã, em São Januário. No sábado, um recreativo encerra a preparação e dá início ao período de concentração para o clássico.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.