Leonardo Moura, André Santos, Cáceres, Elano e Hernane estão lesionados e podem retornar à equipe

Depois de manter a vantagem no Campeonato Carioca, podendo jogar pelo empate no segundo jogo contra o Vasco para conquistar o título estadual, Jayme de Almeida não terá muito tempo para descansar. Nesta segunda-feira, o treinador já tem que virar a chave e passar a planejar a equipe rubro-negra que entra em campo nesta quarta-feira, quando decide o seu futuro na Libertadores, contra o León, do México, pela Copa Libertadores da América.

Com "resultado ótimo" para o Flamengo, Jayme vê jogo com pouco futebol

A principal expectativa do treinador é com relação ao retorno de seus desfalques, já que o Flamengo disputou o primeiro jogo da decisão carioca, neste domingo, sem cinco jogadores titulares - Leonardo Moura, André Santos, Cáceres, Elano e Hernane. Desta forma, os dois dias que antecedem o confronto contra o León serão de bastante observação no Ninho do Urubu.

Hernane é um dos desfalques do Flamengo
Sergio Moraes/Reuters
Hernane é um dos desfalques do Flamengo

"Vamos ver os treinos de segunda e terça para definir a equipe, quem vai concentrar. Não podemos abrir mão de colocar quem esteja bem por ser um jogo que vale muito. Temos que botar os melhores e tenho tentado fazer desta maneira, preservando todos. Todo mundo tem sua importância. Jogamos com várias equipes e nunca deixamos de buscar a vitória", disse o treinador do Flamengo.

Apesar da importância com que Jayme de Almeida trata o duelo desta quarta, o comandante rubro-negro afirma que ainda não teve tempo para pensar no adversário. Em uma maratona de decisões, o treinador alegou que o foco estava somente no Vasco até o empate deste domingo. Ainda assim, já é possível ter uma ideia de como será a postura do Flamengo contra o León.

"Vou ser bem honesto e que me entendam bem. Nem parei para pensar no León. Primeiro, foi o Emelec com minha cabeça toda. Depois, Vasco. Temos uma ideia, é um time que sai bem para o ataque. Se nós jogarmos para cima, corremos riscos. É preciso ter cuidado. Temos que montar o time, ver quem vai poder jogar, porque vai ser uma pedreira", completou o comandante flamenguista.

Depois de conquistar uma importante vitória sobre o Emelec na última quarta-feira, por 1 a 0, no Equador, o Flamengo depende apenas de si para garantir uma vaga nas oitavas de final da Copa Libertadores da América. O desafio será contra o seu concorrente direto, o Léon, do México, nesta quarta-feira, às 19h45 (de Brasília), no Estádio do Maracanã.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.