Atacante são-paulino prevê dificuldades contra o clube alagoano nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil

Assim como no jogo de ida, quando estreou, Alexandre Pato será novamente a principal novidade do São Paulo na quarta-feira, na segunda e decisiva partida contra o CSA, pela Copa do Brasil . Uma partida em que, apesar da vantagem de poder empatar, será complicada, na opinião do atacante.

"O jogo vai ser mais difícil do que a maioria das pessoas pensa", disse ao site do clube o jogador, que, entre um duelo e outro, terá ficado 28 dias sem atuar, apenas treinando, tendo em conta que não podia ser utilizado no Campeonato Paulista.

Veja a tabela de jogos, artilharia e notícias da Copa do Brasil

"Não quero ser torcedor. Meu lugar é no campo. Esse período sem jogos, apenas torcendo, foi difícil. Mas, agora, quero ajudar o time em campo e com gols", avisou, não sem valorizar o período em que esteve focado apenas na preparação.

"O entrosamento tem sido muito bom nos treinos. É claro que ainda precisamos melhorar em alguns aspectos, mas esse período de treinos intensos tem sido importante para todos", falou o ex-corintiano, às vésperas da segunda atuação com a camisa 11 tricolor.

Sua vaga entre os titulares está garantida por Muricy Ramalho há muito tempo. Na semana passada, ao esboçar a escalação e repeti-la duas vezes, o treinador deixou Pato como homem central da penúltima linha de três jogadores (que tem ainda Paulo Henrique Ganso aberto pela direita, e Osvaldo do lado oposto), atrás apenas do centroavante Luis Fabiano.

Após ter participado do lance do gol de Osvaldo, no triunfo por 1 a 0, em Maceió, Pato espera sair satisfeito de seu primeiro compromisso no Morumbi. "Quero fazer um gol, é claro, mas a classificação é o mais importante", comentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.