Em preparação para o Brasileiro e Copa do Brasil, Corinthians fez 2 a 0 na Ponte Preta, em jogo no CT Joaquim Grava

Romarinho fez um dos gols da vitória do Corinthians em jogo-treino diante da Ponte
Mauro Horita /Gazeta Press
Romarinho fez um dos gols da vitória do Corinthians em jogo-treino diante da Ponte

O Corinthians recebeu a Ponte Preta para um jogo-treino em seu CT, na manhã de sábado, e levou a melhor. Realizada em ritmo lento, a disputa foi vencida por 2 a 0 pelos anfitriões, com um gol marcado por Romarinho no embate entre os titulares. Felipe balançou a rede de cabeça quando só havia reservas em campo.

O técnico Mano Menezes voltou a utilizar a formação que vinha adotando nos treinamentos e a observou os titulares por 70 minutos, com um tempo de 40 e outro de 30. O time foi o seguinte: Cássio; Fagner, Cleber, Gil e Fábio Santos; Ralf, Guilherme e Renato Augusto; Jadson, Luciano e Romarinho.

A posse de bola foi do Corinthians na maior parte do tempo, mas a intensidade foi a esperada em um jogo-treino. Cássio só teve de trabalhar em um chute de longe do ex-corintiano Edno. E Romarinho marcou no último minuto, após cruzamento de Fábio Santos desviado na zaga. Ele dominou na entrada da pequena área e bateu de pé esquerdo.

A atividade foi fechada em 45 minutos de disputa só entre reservas. A escalação escolhida por Mano foi esta: Caíque; Guilherme Andrade, Pedro Henrique, Felipe e Uendel; Bruno Henrique, Jocinei (Zé Paulo) e Rodriguinho; Danilo, Malcom (Paulinho) e Guerrero. O gol saiu em cruzamento de Guerrero e cabeceio de Felipe, aos 31.

Nessa parte final do treino, com os suplentes querendo mostrar serviço, a temperatura subiu. Guerrero se irritou ao ser atingido no rosto, respondeu com uma falta e encarou o adversário. Houve ainda uma discussão mais ríspida entre Guilherme Andrade e Alex Créu.

"É bom ter uma atmosfera mais de jogo, já que estamos só treinando. O jogo-treino é filmado, a comissão técnica analisa o que a gente fez de bom. É importante para que a gente chegue bem à disputa do Campeonato Brasileiro", comentou o lateral direito Fagner.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.