Tamanho do texto

Técnico não conta com o zagueiro Rafael, mas o defensor Juliano está liberado por conta de um efeito suspensivo

Neste domingo, às 16 horas (de Brasília), em seus domínios, o Joinville inicia sua caminhada na decisão do Campeonato Catarinense, diante do Figueirense. Para o compromisso inicial, o técnico Hemerson Maria fez mistério e não expôs os titulares que medirão forças com o rival. Neste contexto, apenas dois fatos são certos: o desfalque do zagueiro Rafael e a liberação do também defensor Juliano, conquistada com um efeito suspensivo.

"Eu já tenho a equipe que vai sair jogando, mas não vou revelar. Costumamos trabalhar com as opções que podemos usar durante o jogo inteiro. Com a exceção do Rafael (suspenso), tenho todos os jogadores e eles estão motivados neste momento maravilgoso. No domingo, esperamos por em prática tudo o que trabalhamos durante a semana, para atuarmos com mais tranquilidade no Orlando Scarpelli", resumiu Maria.

Adiante, o técnico fez questão de realizar um prognóstico do embate: "É o terceiro confronto entre as equipes e os números são muito parecidos. O grande fator surpresa talvez seja a qualidade técnica dos jogadores. Sabemos como vai funcionar as manobras ofensivas do Figueirense, pois os estudamos muito. Está tudo bem trabalhado. Assim, as individualidades dos atletas podem fazer a diferença", ressaltou.

Assim, é esperado que o Joinville entre em campo com a seguinte formação: Ivan; Franco, Juliano, Bruno Aguiar e Bruno Costa; Naldo, Wellington Saci e Marcelo Costa; Tartá, Edigar Júnio e Jael.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.