Gilson Kleina quer um atacante para jogar ao lado de Kardec, que ainda conversa com a diretoria para estender vínculo

Gilson Kleina, técnico do Palmeiras, pede contratação à diretoria
Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação
Gilson Kleina, técnico do Palmeiras, pede contratação à diretoria

No domingo, diante do Ituano, Vinicius substituiu Alan Kardec, que se machucou, e foi um dos mais xingados na derrota que tirou o Palmeiras do Campeonato Paulista. Depois daquele jogo, o atacante não foi relacionado para enfrentar o Vilhena, e Gilson Kleina já indicou Douglas Tanque como possível reserva do centroavante titular.

Douglas Tanque, de 20 anos, foi formado nas categorias de base do Corinthians, pelo qual foi campeão da Copa São Paulo de 2012. Atuou pelo Penapolense no Campeonato Paulista, fez cinco gols e fica sem contrato com nenhum clube a partir de 19 de abril. Seu nome agrada o treinador. 

"Douglas é um jogador que desde o ano passado nos chama a atenção, fez a Série B muito bem no Guaratinguetá. Ele é canhoto, o Miguel é destro. Ele tem muita força, gira, chuta forte", elogiou o técnico, que garante ter outras opções além do atacante que, como o Palmeiras, chegou à semifinal do Estadual.

Por enquanto, Miguel, que substituiu Kardec na vitória sobre o Vilhena, ganha confiança. "O Miguel é jovem, tem característica bem diferente do Alan. Joga centralizado, faz a parede, faz o pivô, temos que saber usar as características dele. O Alan é superdiferenciado. No mapeamento, temos que trazer alguém com outra característica, até para jogar junto com o Kardec", comentou.

Uma opção esperada para o ataque é Diogo, que tem demorada recuperação de lesão muscular. Por isso, Leandro segue no time mesmo em péssima fase. Já Vinicius tem perdido espaço. "O Vinicius é jovem, tem suas oportunidades, e para esse banco a carência maior era um jogador de área e um lateral direito", argumentou Kleina.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.