Atacante não rompeu músculo da coxa direita no duelo contra o Barcelona. Tempo de recuperação ainda não foi divulgado

Reuters

O artilheiro do Atlético de Madri Diego Costa distendeu mas não rompeu um músculo da coxa, informou o clube espanhol nesta quarta-feira, sugerindo que o atacante brasileiro naturalizado espanhol não ficará afastado dos gramados tanto tempo quanto se temia.

Veja a classificação, tabela de jogos, notícias e artilharia da Liga dos Campeões

Costa foi forçado a deixar o campo aos 30 minutos do jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões na terça-feira, em Barcelona, que terminou 1 x 1, após sentir dores na parte traseira da perna direita.

O atacante Diego Costa, do Atlético de Madri, deixa o campo ainda no primeiro tempo do jogo contra o Barcelona, sentindo uma contusão na perna direita
Getty Images
O atacante Diego Costa, do Atlético de Madri, deixa o campo ainda no primeiro tempo do jogo contra o Barcelona, sentindo uma contusão na perna direita

O Atlético afirmou no Twitter que exames revelaram uma distensão muscular em vez de um rompimento. O clube não especificou quanto tempo ele vai ficar fora de ação.

Em seu site, o Atlético disse mais tarde que exames também mostraram que o meia turco Arda Turan teve uma lesão na virilha que requer "fisioterapia e recuperação", sem mencionar o tempo que o jogador terá que ficar afastado.

Diego Costa marcou sete gols em cinco jogos nesta temporada da Liga dos Campeões e tem 25 gols em 30 partidas no Campeonato Espanhol.

O técnico do Atlético, Diego Simeone, disse em entrevista coletiva após o jogo no Camp Nou que Raul Garcia, David Villa ou Adrián estão prontos para substituir o atleta da seleção espanhola.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.