A eliminação do Palmeiras colocou o Ituano na decisão com o Santos, indo contra às finais previsíveis dos demais torneios

As finais dos principais Estaduais do país foram definidas no último fim de semana, e a lógica de decisões compostas apenas por clubes grandes só não foi aplicada ao Campeonato Paulista, cujo título será decidido por Santos e Ituano. O clube do interior paulista eliminou o Palmeiras no Pacaembu ao vencer por 1 a 0, com gol marcado aos 38 minutos do segundo tempo.

Juninho Paulista, presidente do Ituano, comemora vaga na decisão do Paulistão
Fernando Dantas/Gazeta Press
Juninho Paulista, presidente do Ituano, comemora vaga na decisão do Paulistão

A soberania do Santos no futebol paulista, por exemplo, é vista desde 2009. Desde lá, o clube praiano participou de seis finais consecutivas do Paulistão e conquistou os títulos de 2010, 2011 e 2012. O Ituano, por sua vez, tem a chance de levar a taça depois de 12 anos da última e única conquista do torneio.

Se a “zebra” apareceu no Paulistão, nos demais principais Estaduais ela passou longe para a felicidade das federações. No Campeonato Baiano, o Bahia garantiu vaga ao derrotar o Serrano por 1 a 0, na Fonte Nova, enquanto o Vitória goleou o Vitória da Conquista por 6 a 0, no Pituaçu. As duas equipes se enfrentam em dois jogos a serem executados nos dias 6 e 13, os dois próximos domingos.

Em Minas Gerais, os dois grandes se enfrentam. Cruzeiro e Atlético-MG reeditam a decisão do ano passado do Campeonato Mineiro. Naquela época, o Cruzeiro derrotou o rival por 2 a 1, mas não conseguiu tirar o título das mãos do adversário, uma vez que precisava vencer por três gols de diferença.

Para chegar à final, o time do técnico Marcelo Oliveira eliminou o Boa Esporte com dois resultados favoráveis nas semifinais: 1 a 0 no primeiro jogo e 2 a 1 no segundo. Ao Atlético-MG bastou um empate em 1 a 1 com o América-MG no último domingo, após vencer o primeiro duelo por 4 a 1.

Edmilson marcou o gol da classificação do Vasco diante do Fluminense
Pedro Martins/Agif/Gazeta Press
Edmilson marcou o gol da classificação do Vasco diante do Fluminense

O Campeonato Carioca, Flamengo e Vasco voltam a se enfrentar em uma final após dez anos. A última vez que as equipes se enfrentaram nestas condições, o Flamengo levou o título depois de vencer por 3 a 1, de virada. O nome do clássico foi o atacante Jean que, em tarde inspirada, marcou os três gols do time da Gávea, todos anotados no segundo tempo de jogo.

Para chegar à decisão 2014, Vasco eliminou o Fluminense nas semifinais e vê a chance de ser campeão estadual depois de 11 anos. Por ter feito a melhor campanha na primeira fase, Flamengo sai na frente e tem a vantagem de dois empates nas finais, que serão disputadas ambas no Maracanã.

À frente dos outros torneios, a primeira final do Campeonato Gaúcho já aconteceu, e o Internacional saiu na frente. Jogando na Arena do Grêmio, os colorados surpreenderam e venceram, de virada, por 2 a 1 – com dois gols anotados Rafael Moura. A decisão será daqui duas semanas, no Beira Rio, dia 13. Quem leva a melhor? 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.