Tamanho do texto

Atacante tem vínculo com o Palmeiras até 31 de junho e acredita que deve seguir no time após fim do empréstimo

Alan Kardec deixou o jogo do Palmeiras ainda no primeiro tempo, lesionado
Wagner Carmo/Inovafoto/Gazeta Press
Alan Kardec deixou o jogo do Palmeiras ainda no primeiro tempo, lesionado

Alan Kardec pouco pôde ajudar o Palmeiras neste domingo, já que deixou o gramado com uma contusão na coxa esquerda ainda no primeiro tempo da derrota, por 1 a 0, para o Ituano, que custou a eliminação do Campeonato Paulista. Ainda assim, o jogador conseguiu receber mais uma manifestação de carinho do torcedor, que o aplaudiu enquanto saía na maca. O ambiente, portanto, faz com que o atacante não esconda o desejo de permanecer no clube do Palestra Itália, apesar de seu contrato ser apenas até o dia 31 de junho.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

O bom desempenho dentro de campo também faz com que a diretoria tenha o mesmo pensamento, o que deve facilitar a negociação para sua permanência. "Eu estou tranquilo. Muitas pessoas me perguntaram e eu sempre falei que não teremos dificuldades de acertar aqui. É a minha vontade e a da diretoria, então é questão de tempo", disse o camisa 14 do Palmeiras, em entrevista à rádio Bradesco Esportes FM .

Ainda assim, o atacante sabe que não tem a garantia de que irá permanecer no clube alviverde. Alan Kardec pertence ao Benfica, de Portugal, que, após emprestá-lo ao Palmeiras, não quer estender este vínculo e só aceita ceder o atleta pela compra definitiva. Sendo assim, o camisa 14 mantém cautela ao falar sobre a negociação, admite que está adiantada, mas evita falar em acertos.

"Uma coisa é você ter tudo certo e outro é estar adiantado. Ainda não tem nada, mas, pelo o que sei, as conversas estão adiantadas e quero dar sequência no meu trabalho, pois quebrar essa sequência é ruim", reforçou o atacante do Palmeiras, que ainda completou afirmando que não houve propostas de outros clubes, como o rival Corinthians, algo que chegou a ser especulado há algumas semanas.

"Não tem nada sobre Corinthians. Essa especulação já surgiu enquanto eu estava no Santos, em véspera de semifinal da Libertadores. Eu não dou ouvidos. Sempre tive cabeça no Palmeiras, estou focado aqui, e não tive esse pensamento em momento algum. Visto a camisa do Palmeiras com amor e carinho, e sei que posso ficar marcado no clube", finalizou o atacante do Verdão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.