Após empate por 1 a 1 no jogo de ida, rivais decidem quem vai enfrentar o Flamengo na decisão do Carioca

Depois de dois empates por 1 a 1, sendo o mais recente na quinta-feira pela primeira partida da semifinal do Campeonato Carioca, Fluminense e Vasco se reencontram neste domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro, para enfim discutirem sobre quem vai para a grande decisão do Estadual. Por ter feito melhor campanha na fase de classificação, o Tricolor tem a vantagem do empate para seguir na disputa. Ao Cruz-Maltino só resta um triunfo para evitar a eliminação. O vencedor encara o Flamengo na final.

Os dois treinadores procuraram tirar lições do que aconteceu nos duelos anteriores, principalmente o de quinta-feira. Ambos concordam que o clássico mais uma vez deverá ser disputado sob forte tensão.

"Vamos esperar mais um jogo tenso, ríspido, com os dois times entrando em todas as divididas para ganhar. Fluminense e Vasco querem muito esta decisão, pois precisam deste título para mostrarem que o ano vai ser bom. Portanto, ninguém vai querer entregar a classificação para o adversário. Estou me preparando para mais uma grande decisão", afirmou Renato Gaúcho, comandante do Fluminense.

Jogos decisivos melhoram público em SP, mas torcida no Rio volta a decepcionar

Adilson Batista, técnico do Vasco, pensa parecido. "Pelo que se viu na quinta-feira o Fluminense vai fazer de tudo para impedir que a gente vença o jogo e isso tornará o confronto ainda mais equilibrado, disputado e sob forte tensão. Os dois times precisam do resultado, não querem que a boa campanha no Estadual tenha sido em vão. Portanto, vão brigar em cada dividida pela posse de bola", disse Adilson.

Ainda na linha de um jogo muito disputado, os vascaínos entendem que é fundamental aproveitar as oportunidades que aparecerem durante o confronto.

"O Fluminense tem a vantagem do empate e mais uma vez vai entrar em campo pensando em segurar o ritmo de jogo, cadenciar a partida e ir conseguyindo seu objetivo. Novamente vejo o Vasco tendo que tomar as iniciativas e isso vai exigir de nós um ritmo muito forte, muita pegada, rapidez na saída para o ataque, movimentação na frente e cautela para não sermos surpreendidos. Portanto, as chances serão poucas e temos que aproveitá-las para que não façam falta mais na frente", alertou o defensor.

Os tricolores, porém, acreditam que surpreenderão o Vasco com uma postura ofensiva neste domingo. "O Vasco pode esperar mais uma vez um time que não vai jogar pensando na vantagem do empate, até porque um clássico é sempre muito disputado e não podemos perder terreno chamando o adversário para o nosso campo. Vamos pressionar também, pois se marcarmos gols vamos ficar ainda mais perto da classificação", analisou o lateral esquerdo Carlinhos.

Em termos de escalação, Renato Gaúcho evitou antecipar seus planos. A base será a mesma que atuou na quinta-feira, porém, o treinador vai precisar encontrar um substituto para o volante Jean, que terá que cumprir suspensão por ter sido expulso. O treinador pode escolher pela entrada d Rafinha, que seria uma simples reposição, ou pelo meia Wágner, que aumentaria o poder de fogo do time.

Pelo lado do Vasco, Adilson Batista também não deverá fazer bruscas modificações em relação ao time que atuou na primeira partida. Pela necessidade de vitória o trio de atacantes deverá ser mais uma vez utilizado. Apesar da boa entrada no decorrer do clássico, o jovem Thalles mais uma vez deverá iniciar o confronto no banco de reservas.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE X VASCO

Local : Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data : 30 de março de 2014 (Domingo)
Horário : 16h(de Brasília)
Árbitro : Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes : Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Michael Correia (RJ)

FLUMINENSE : Diego Cavalieri, Bruno, Gum, Elivélton e Carlinhos; Valencia, Diguinho, Rafinha (Wágner) e Darío Conca; Walter e Fred
Técnico : Renato Gaúcho

VASCO : Martin Silva, André Rocha, Luan, Rodrigo e Marlon; Guiñazú, Pedro Ken e Douglas; Everton Costa, Reginaldo e Edmilson
Técnico : Adilson Batista

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.