O caçula do Estadual, que faz sua primeira temporada na primeira divisão, terá vantagem para o segundo confronto

O Coritiba foi ao Norte do Paraná para a primeira partida das semifinais do Campeonato Paranaense 2014 e sentiu a força do surpreendente Maringá, que fez valer seu mando no Estádio Willie Davids e venceu por 2 a 1. O caçula do Estadual, que faz sua primeira temporada na primeira divisão, terá vantagem para o segundo confronto, quando tentará melar o caminho do penta para o Coxa.

A equipe do interior abriu o placar aos sete minutos, com Max, que aproveitou cruzamento para pegar de primeira e balançar as redes. Cristiano, aproveitando contra-ataque rápido, fuzilou para fazer o segundo. Depois do intervalo, aos 37 minutos, Júlio César, de cabeça, descontou.

A partida de volta, marcada para o Estádio Couto Pereira, em Curitiba, deve acontecer no domingo, mas depende ainda de cofirmação da Federação Paranaense de Futebol. O Maringá pode empatar que ainda assim leva a vaga para uma inédita final.

O jogo
O Coxa começou a partida mostrando suas garras e logo no primeiro lance, Robinho arriscou de fora da área e a bola passou com perigo. Mas a equipe da cidade-canção crescia com o apoio do torcedor e, aos sete minutos, Max aproveitou cruzamento e com um belo chute de primeira estufou as redes para abrir o placar.

Com a vantagem, o Maringá tentava explorar os espaços deixados pelo Coxa, que se abriu mais. Aos 11 minutos, Cristiano abriu espaço e arriscou, fácil para Vanderlei. Na resposta, aos 14 minutos, Roni cruzou rasteiro para a área e Ednaldo deixou a meta para interceptar. Os donos da casa eram mais eficientes e, aos 16 minutos, tentaram mais um cruzamento para Cristiano, obrigando Vanderlei a trabalhar.

De tanto tentar, o Maringá conseguiu fazer funcionar a jogada. Em contra-ataque rápido, aos 23 minutos, o cruzamento chegou para Cristiano fuzilar e fazer o segundo. Pressão da equipe do norte do Estado com novo lançamento, mas desta vez Chico apareceu para rasgar o lance. Cristiano voltou a balançar as redes, aos 34 minutos, mas desta vez impedido. Em uma rara chegada do Coxa, aos 38 minutos, Alex serviu Norberto, que disparou a bomba para grande defesa de Ednaldo.

Para a etapa final, nenhuma mudança nas equipes, que tiveram que esperar a colocação de areia em uma das áreas para cobrir um buraco. Aos três minutos, Robinho chutou sem Ângulo e Ednaldo fez a defesa. Aos seis minutos foi a vez de Roni arriscar e parar no camisa 1. Mesmo sem mudanças, o Coxa reagia. Aos sete minutos, levantamento e Luccas Claro testou para fora.

O Maringá voltou a aparecer aos 10 minutos, com Max, que recebeu de Barcos e, na cara do gol, errou o alvo na hora do chute. Aos 16 minutos, Léo arriscou de muito longe e isolou a bola. Alex apareceu no jogo aos 22 minutos, em cobrança de falta venenosa para grande defesa de Edinaldo. Aos 29 minutos, Alex tentou um toque de classe e errou o alvo. O meia tentou mais uma vez, aos 36 minutos, e a bola bateu na trave. Ate que, aos 37 minutos, o garoto de ouro levantou na área e Júlio César testou para marcar e diminuir o prejuízo no jogo da volta.

Quadrangular da morte tem duas partidas - A luta contra o rebaixamento teve mais dois jogos. O Toledo perdeu os 100% de aproveitamento ao cair diante do Arapongas, por 2 a 1, no Estádio dos Pássaros. Os donos da casa, por sua vez, respiraram e ainda assumiram a ponta do Quadrangular. Outro que se recuperou foi o Operário, que praticamente afundou o Cianorte ao vencer o Leão por 2 a 0 no Estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa, se embolando nos seis pontos com as outras duas equipes.

FICHA TÉCNICA
MARINGÁ 2 X 1 CORITIBA

Local : Estádio Willie Davids, em Maringá (PR)
Data : 26 de março de 2014, quarta-feira
Horário : 22 horas (de Brasília)
Árbitro : Selmo Pedro dos Anjos Neto
Assistentes : Júlio César de Souza e Jeffeson Cleiton Piva da Silva
Cartões amarelos : Max (Maringá); Luccas Claro e Victor Ferraz (Coritiba)

Gols :
MARINGÁ: Max, aos 07 minutos e Cristiano, aos 23 minutos do primeiro tempo
CORITIBA: Júlio César, aos 37 minutos do segundo tempo

MARINGÁ : Ednaldo; Fabiano, Juninho, Fernandinho e Reginaldo; Zé Leandro, Serginho Paulista (Baiano), Léo Maringá e Max (Renan); Gabriel Barcos e Cristiano (Fábio)
Técnico : Claudemir Sturion

CORITIBA : Vanderlei; Victor Ferraz, Luccas Claro, Chico e Diogo; Gil, Norberto (Carlinhos), Robinho e Alex; Roni (Maykon) e Keirrison (Júlio César)
Técnico : Dado Cavalcanti

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.