Tamanho do texto

Quatro torcedores foram presos pela polícia após a partida, mas acabaram liberados

O clássico desta quarta-feira entre Santa Cruz e Sport, pelo Campeonato Pernambucano, terminou em confusão entre a Polícia Militar e a torcida. Na saída do setor de camarotes e cadeiras, torcedores do Santa Cruz se depararam com integrantes da direção e do staff de apoio do Sport, os quais foram hostilizados.

Entretanto, um dos tricolores se exaltou demasiadamente e foi detido por policiais de maneira agressiva, fato que gerou revolta em quem testemunhou a cena. Algumas pessoas se dirigiram para a frente do Juizado do Torcedor (Jetep) . Outras três acabaram detidas para prestarem depoimentos, mas já foram liberadas.

Assim que o jovem foi pego, formou-se um tumulto. Iniciaram um coro "ridículo" em direção aos PMs. "É de menor" (sic), exclamavam outros para que a ação fosse abrandada. O garoto trabalhava em um dos camarotes do Santa Cruz e foi conduzido à Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA) para prestar esclarecimentos.

De acordo com pessoas que presenciaram a ação, foi utilizado também spray de pimenta contra o garoto. Segundo o promotor do Jetep no estádio Arruda, Ricardo Lapenda, a apreensão se deu por desacato.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.