Presidente da FPF e vice da CBF, Marco Polo Del Nero desconversa sobre o que iria tratar com o mandatário do clube

Ilídio Lico, presidente da Portuguesa
Leandro Martins/Futura Press
Ilídio Lico, presidente da Portuguesa

A Portuguesa não se classificou para as quartas de final do Campeonato Paulista. Ainda assim, o presidente Ilídio Lico esteve na sede da FPF (Federação Paulista de Futebol) nesta segunda-feira, mesmo dia da reunião que definiu as datas e horários dos jogos da próxima fase. O encontro contou com a participação de representantes dos clubes ainda envolvidos no torneio - e de José Maria Marin, presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Presidente da FPF e vice da CBF, Marco Polo Del Nero desconversou quando questionado sobre o que teria a tratar com o mandatário da Portuguesa. "Vou descer para conversar com ele agora ( logo após a reunião do Campeonato Paulista ). Não sei sobre o que será", disse, deixando como dúvida se o polêmico rebaixamento da equipe no último Campeonato Brasileiro estaria em pauta.

A Portuguesa acabou na Série B de 2014 por determinação do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), que a puniu pela escalação irregular do meia Héverton no empate sem gols com o Grêmio, na última rodada do Nacional do ano passado. A CBF de Marin e Del Nero se mostrou favorável à resolução e tentou coibir o clube de tentar uma reviravolta na Justiça Comum.

Apesar de ter marcado presença na reunião dos quadrifinalistas do Campeonato Paulista, José Maria Marin não falou sobre esse assunto ou qualquer outro, como o caso da Portuguesa. Enquanto Del Nero concedia entrevistas e comentava a visita de Ilídio Lico, o sorridente presidente da CBF se apressou para deixar a sala de reuniões da FPF ao perceber a entrada da imprensa.

No início do ano, Marin ajudou a aumentar a polêmica com a Portuguesa ao oferecer antecipações de recursos em troca de não haver interferência da Justiça Comum na sentença do STJD. O clube do Canindé não aceitou e continua com problemas financeiros. Recentemente, obteve um adiantamento de cerca de R$ 400 mil para amortizar uma dívida milionária com alguns dos seus ex-jogadores.

"A relação com a Portuguesa é e sempre foi boa. Nunca houve nenhum problema entre Portuguesa e Federação Paulista de Futebol. Dentro dos nossos limites e da regra do jogo, continuaremos ajudando o clube", concluiu Marco Polo Del Nero, antes de se despedir de José Maria Marin e reunir-ser com Ílidio Lico.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.