"Nós fomos culpados mesmo, não buscamos os resultados. Fomos nós mesmos, não foi ninguém", disse o corintiano

Já eliminado, o Corinthians entrou em campo sem maiores pretensões neste domingo. A missão da equipe alvinegra, no entanto, era se despedir de forma honrosa do Estádio do Pacaembu. Sendo assim, ao menos, conseguiu cumprir o seu objetivo. Diante de um público pequeno, o time de Mano Menezes fez 3 a 0 sobre o Atlético Sorocaba , com um show de Romarinho.

O atacante marcou os três gols corintianos, passeou diante dos zagueiros sorocabanos e até mudou o seu discurso após a exibição de gala. Depois de insinuar que o São Paulo teria ajudado o Ituano na rodada passada, quando o Tricolor do Morumbi foi derrotado em um jogo que culminou na eliminação precoce do Timão, Romarinho demonstrou uma opinião diferente neste domingo.

Classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Paulista

Questionado se o grande culpado pela eliminação do Corinthians teria sido o São Paulo, Romarinho balançou a cabeça, alegando que o principal responsável é o seu próprio time. "Nós fomos culpados mesmo, não buscamos os resultados. Fomos nós mesmos, não foi ninguém", alegou o camisa 31, que também falou sobre os gols que marcou na vitória alvinegra.

Apesar de sua velocidade no ataque, Romarinho surpreendeu neste domingo e marcou duas vezes de cabeça. Na saída de campo, o próprio jogador admitiu que não tem o costume de marcar gols desta forma. "Aqui no Corinthians, dá pra contar nos dedos quantos gols fiz de cabeça. Acho que tenho só quatro. Mas quando há oportunidade, tem que empurrar pra dentro".

Animado com a boa vitória na rodada derradeira do Timão, Romarinho também pediu para que o time possa dar continuidade ao trabalho, chegando forte ao Campeonato Brasileiro. "Eu venho trabalhando forte para sempre estar bem. Infelizmente, o Corinthians não se classificou, mas temos que dar continuidade porque tem Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro", concluiu o atacante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.