Jael marcou o gol da vitória aos 30 minutos do segundo tempo e deixou o time na ponta do quadrangular

O Joinville é o primeiro finalista do Campeonato Catarinense de 2014. Jogando em casa na tarde deste domingo, a equipe não perdeu a oportunidade de obter sua classificação antecipada e derrotou o Criciúma por 1 a 0, com gol de Jael aos 30 minutos do segundo tempo.

A vitória deixa o Joinville na primeira colocação do quadrangular final do Estadual com 11 pontos ganhos. O time não pode mais ser ultrapassado pelo Criciúma, que na terceira posição soma sete e na última rodada, na próxima semana, enfrenta o Figueirense, dono do segundo posto, com oito pontos. Sem chances de avançar o Metropolitano soma dois na lanterna.

De volta à final do Estadual depois de quatro anos, o Joinville entra em campo no próximo domingo, 30 de março, para enfrentar o Metropolitano fora de casa, no encerramento do quadrangular. No mesmo horário, o Criciúma recebe o Figueirense no duelo que definirá o segundo finalista do Estadual.

No hexagonal que definirá os rebaixados para a segunda divisão do Catarinense, Avaí e Chapecoense conseguiram importantes vitórias para se afastar da degola. A equipe de Florianópolis bateu o Atlético Ibirama por 4 a 0 e chegou a 10 pontos, com tentos de Roberto, duas vezes, Cléber Santana e Marquinhos. Já a de Chapecó superou o Brusque por 2 a 0, dois gols de Fabiano.

A liderança do hexagonal é do Marcílio Dias, que derrotou o Juventus por 2 a 1 e soma 12 pontos, empatado com a Chapecoense. O Avaí aparece em terceiro com dez, seguido pelo Brusque, que soma oito. O Juventus tem sete e o Atlético Ibirama é o último com três.

As primeiras chances da partida do quadrangular final neste domingo foram do Criciúma. Logo aos seis minutos, Bruno Lopes recebeu de frente para o goleiro Ivan, que saiu rápido e travou o chute. Aos 23, Paulo Baier bateu falta, e obrigou o arqueiro do Joinville a se recuperar para dar um toquinho na bola antes dela acertar a trave.

A resposta do Joinville veio logo no minuto seguinte, em contra-ataque rápido com Edigar Júnio, que chegou de frente ao goleiro do Cricíuma e bateu para fora.

Sem gols no primeiro tempo, as equipes retornaram para a segunda etapa buscando abrir o placar. O Criciúma teve boa chance aos oito minutos, mas Ivan apareceu bem mais uma vez.

O gol da vitória do time da casa saiu aos 30 minutos de jogo, com Jael. Depois de cobrança de escanteio, ele aproveitou o rebote de ótima defesa de Galatto e empurrou para as redes, garantindo a festa da torcida e a vaga do Joinville na final do Catarinense depois de quatro anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.