Vitória comandada pelo jogador chileno classifica equipe de Abel Braga a disputar vaga na decisão do Gaúcho com o Caxias

Jogadores do Internacional comemoram gol de Aránguiz
Itamar Aguiar/Futura Press
Jogadores do Internacional comemoram gol de Aránguiz

O Internacional está na semifinal do Campeonato Gaúcho . Neste sábado, a equipe de Abel Braga dominou o Cruzeiro-RS e confirmou a vaga entre os quatro melhores do estadual ao vencer por 3 a 1 no Estádio do Vale. O chileno Aránguiz fez os dois primeiros gols, Matheus descontou para o time estrelado, mas Wellington Paulista deu números finais ao placar.

Confira tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Gaúcho

O Cruzeiro tentou surpreender nos minutos iniciais, e esteve perto de marcar. O Inter, porém, passou a dominar o jogo a partir dos 15 minutos, abriu o placar e foi para o intervalo em vantagem. O domínio colorado seguiu durante quase todo o segundo tempo: o time de Abelão ampliou, mas o gol do Cruzeiro-RS aos 39 minutos tornou os minutos finais nervosos em Novo Hamburgo, até que Wellington Paulista fizesse o terceiro, aos 44.

Classificado, o Internacional enfrentará o Caxias, quarta-feira, provavelmente no Estádio do Vale, pelas semifinais. A partida será única, e se houver empate a decisão do finalista será nos pênaltis.

O jogo

De última hora, o técnico Abel Braga perdeu o centroavante Rafael Moura, com dores no joelho. Wellington Paulista começou o jogo como titular. A primeira chance foi do Cruzeiro, numa bobeira de Dida: o goleiro colorado dominou errado ao tentar sair jogando com os pés, Márcio Bambu chegou dividindo e quase marcou o gol. Willians, na sequência, salvou o perigo. O goleiro se recuperaria aos 7, ao defender um chute de Reinaldo, que invadiu a área livre pela esquerda.

O Inter só começou a se encontrar no jogo a partir dos 16 minutos, quando D’Alessandro quase marcou de falta. A equipe passou a dominar o Cruzeiro, mas faltava contundência nas finalizações. Isso só ocorreu aos 32, quando Aránguiz recebeu de D’Alessandro na entrada da área com liberdade de marcação e chutou de primeira, alto, sem chances para Fábio: 1 a 0 Inter.

Aos 36, o Inter quase ampliou: D’Alessandro acertou belo lançamento para Wellington Paulista, que matou no peito e chutou cruzado para fora. Aos 42, D’Ale quase fez um gol de direita, que não é sua perna preferencial: o argentino apanhou um rebote da entrada da área e mandou uma sapatada com a perna destra que raspou a trave de Fábio.

Mesmo precisando da vitória, o Cruzeiro-RS seguiu sendo dominado no segundo tempo. Aos 8 minutos, D’Alessandro cruzou para Wellington Paulista, que não alcançou. A bola cruzou a área com grande perigo. Dez minutos depois, Alex soltou uma bomba defendida de forma brilhante pelo goleiro Fábio. Aos 23, o segundo do Inter: Fabrício chutou cruzado, Fábio defendeu parcialmente e Aránguiz aproveitou o rebote e fez seu segundo gol no jogo.

O Inter seguiu melhor no jogo. Aos 31, Fabrício cruzou para Wellington Paulista, que matou no peito, girou e bateu alto demais. O Cruzeiro, em sua primeira chegada no segundo tempo, descontou: aos 39, Claudinho lançou Matheus, que driblou Dida e tocou para o gol vazio. A expectativa de reação durou pouco: aos 44, Wellington Paulista recebeu de Aránguiz e soltou uma bomba, marcando um belo gol.

FICHA TÉCNICA -  INTERNACIONAL 3 x 1 CRUZEIRO-RS
Local:
Estádio do Vale, em Novo Hamburgo
Data: 22 de março de 2014, sábado
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Vuaden
Assistentes: João Lúcio de Souza e Marcelo Oliveira e Silva
Cartão amarelo: Carlão (Cruzeiro-RS)

Gols:
INTERNACIONAL: Aránguiz, aos 32 minutos do primeiro tempo e aos 23 minutos do segundo tempo; Wellington Paulista, aos 44 minutos do segundo tempo
CRUZEIRO-RS: Matheus, aos 39 minutos do segundo tempo

INTERNACIONAL: Dida; Gilberto, Paulão, Juan e Fabrício; Willians, Aránguiz, Alex (Ygor), D’Alessandro (Eduardo Sasha) e Jorge Henrique (Alan Patrick); Wellington Paulista
Técnico: Abel Braga

CRUZEIRO-RS: Fábio; Klaydir, Carlão, Léo Carioca e Jeanderson; Claudinho, Reinaldo, Vanderson (Henrique) e Abu (Paulo Sérgio); Leandro Rodrigues e Márcio Bambu (Matheus)
Técnico: Luiz Antônio Zaluar

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.