Atacantes Neílson e Bergson, lesionados, voltaram a treinar, assim como o zagueiro Alemão

A Chapecoense pode ter reforços tanto dentro como fora de campo paro o jogo deste domingo contra o Brusque. A partida ocorrerá às 16h na Arena Condá, em Chapecó, e é válida pela sexta rodada da Taça Santa Catarina, uma subdivisão que define os dois rebaixados do Estadual.

Na última quarta-feira, as esquipes se enfrentaram pela quinta rodada e quem levou a melhor foi a Chapecoense, vencendo por 2 a 1 fora de casa. No entanto, estão encostadas na tabela: a Chape tem nove pontos e é a segunda colocada, enquanto o Brusque vem logo abaixo, com oito pontos.

Na manhã desta sexta-feira, os atacantes Neílson e Bergson, lesionados, voltaram a treinar, assim como o zagueiro Alemão. Contudo, quem tem mais chance de ser relacionado é o atacante Rodrigo Gral. Ele voltou a treinar na terça, mas foi poupado da partida do meio de semana.

Porém, o diretor de futebol, Cadu Gaúcho, ressaltou que o retorno aos treinos não é garantia de que os jogadores serão relacionados. "Vai depender do treinamento deste sábado", explicou. Quem continua fora são os atacantes Fabinho Alves e Tiago Luís, lesionados, e o volante Wanderson, suspenso.

Assim, o time deve ter pelo menos uma mudança em relação ao que venceu o Brusque. O meia Wescley, que entrou no decorrer da partida, provavelmente iniciará o jogo, compondo um meio com cinco jogadores, sendo três meias: Wescley, Nenén e Régis. Roni, que marcou seu primeiro gol na quarta-feira, deve ser o único atacante. Caso o técnico Dal Pozzo opte por apenas dois meias, Gral pode surgir no ataque.

A Chapecoense quer reforços também na arquibancada. Para isso, promoveu uma promoção nos ingressos. No caso de compra antecipada, o torcedor terá um desconto de 50%. No domingo passado, contra o Marcílio Dias, 3.980 torcedores compareceram à Arena Condá. A expectativa é que, na partida deste fim de semana, o número chegue próximo dos cinco mil torcedores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.