Palmeiras e São Paulo venceram por um gol de diferença e serão obrigados a fazer o jogo de volta na Copa do Brasil

Mano Menezes, técnico do Corinthians
Marcos Bezerra/Futura Press
Mano Menezes, técnico do Corinthians

O técnico Mano Menezes se apegou às dificuldades que os rivais São Paulo e Palmeiras enfrentaram em suas estreias na Copa do Brasil para conter as expectativas em relação ao desempenho do Corinthians na noite desta quarta-feira. A sua equipe largará na competição contra o Bahia de Feira, no Estádio Joia da Princesa.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Somos favoritos, mas isso nunca deu vaga a ninguém. Na semana passada, dois grandes jogaram fora de casa e não conseguiram fazer o resultado que eliminasse a segunda partida. Isso dá uma ideia de como é difícil", alertou Mano.

Veja confrontos, notícias e artilharia da Copa do Brasil

O treinador corintiano se referiu às vitórias por 1 a 0 do São Paulo sobre o CSA e pelo mesmo placar do Palmeiras em cima do Vilhena. Para não haver jogo de volta no início da Copa do Brasil, o time visitante precisa ganhar por ao menos dois gols de diferença.

Veja nas fotos como foi a estreia dos principais times na Copa do Brasil: 


Mano conta com a sua experiência no torneio mata-mata para levar o Corinthians adiante e abafar a eliminação precoce no Campeonato Paulista. "Conheço bastante a Copa do Brasil. Já estive em um time pequeno ( o 15 de Novembro, em 2004 ) e cheguei à semifinal. Trabalhei em um grande, o Grêmio, e não fui longe. Estive em duas finais com o Corinthians, ganhando uma ( sobre o Internacional de Tite, em 2009 ) e perdendo outra ( para o Sport, em 2008 ). Recentemente, vinha fazendo uma boa campanha com o Flamengo", mencionou o técnico, que se demitiu do clube carioca antes da conquista do título de 2013.

O gaúcho mencionou o seu currículo no torneio também para embasar o discurso ponderado. "Conheço a Copa do Brasil o suficiente para saber que você não ganha nada antes da hora. Fora de casa, existem muitas dificuldades. Uma delas é extra, o gramado, que nivela o jogo", insistiu.

Seja como for, o Corinthians necessita de um bom resultado sobre o modesto Bahia de Feira para amenizar os seus problemas. Fora da segunda fase do Campeonato Paulista, o time quer aumentar ainda mais a sua inatividade com uma vitória convincente em Feira de Santana - do contrário, precisará rever o adversário na quarta-feira de 16 de abril, no Pacaembu.

"O Campeonato Paulista já faz parte do passado para a gente, mesmo tenso sido algo muito recente. A competição que temos agora é a Copa do Brasil. Devemos fazer o nosso melhor nela", concluiu Mano Menezes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.