Meia volta a ficar à disposição no clube antes do tempo prevista após um estiramento na coxa esquerda

Após sofrer um estiramento na coxa esquerda, o departamento médico do Goiás estimava que o meia Carlos Alberto, grande contratação do clube para a temporada, ficasse fora de combate por cinco semanas. Porém, o armador se recuperou em menos de 20 dias e está confimado para enfrentar o CRAC, nesta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), em Catalão. Em tal ocasião, a última rodada do Campeonato Goiano, o técnico Claudinei Oliveira utilizará uma equipe reserva.

Desde que chegou ao clube, Carlos Alberto atuou por apenas 38 minutos, na vitória sobre o Anápolis Futebol Clube, pelo placar de 2 a 1, no dia 26 de fevereiro. Contudo, mesmo com o tempo inativo dentro das quatro linhas, o meia não deixou de nutrir esperanças e expor a boa forma física que atingiu.

"Estou muito melhor treinado do que naquele período (a estreia). Ganhei um tempo a mais e fiz uma boa preparação, seguindo à risca o que o pessoal da fisioterapia pediu. No carnaval fiquei trabalhando e continuei no fim de semana. É por isso que hoje estou inteiro para entrar em campo e jogar", sintetizou o atleta.

Mesmo sem mais pretensões no Estadual, já que está classificado, na liderança do Grupo A, Carlos Alberto expôs que o duelo contra o CRAC tem uma função especial: a de manter a invencibilidade esmeraldina na competição. "É uma responsabilidade grande. Nosso time sempre entra para vencer. Quem está tendo oportunidade, assim como eu, tem que fazer valer a pena. Os clubes que precisam do resultado, paciência. Faremos nosso serviço pensando apenas no Goiás", finalizou.

O Goiás entra na 15ª e derradeira rodada com 33 pontos, sendo detentor da melhor campanha geral, com 33 pontos, totalizando dez vitórias e três empates. O vice-líder, Atlético-GO, presente na mesma chave esmeraldina, soma 22. Já o CRAC, somando 14, luta contra o rebaixamento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.