Técnico do Flamengo pediu mais consistência para a equipe diante do Bolívar, nesta quarta, pela Libertadores

Jayme de Almeida, técnico do Flamengo
Alexandre Vidal/Fla Imagem
Jayme de Almeida, técnico do Flamengo

O Flamengo já está na Bolívia se preparando para a partida deste quarta-feira, contra o Bolívar-BOL, pela Libertadores . Os rubro-negros estão em Santa Cruz de la Sierra, que é ao nível do mar, e só vão para La Paz no dia do jogo. O técnico Jayme de Almeida minimizou as dificuldades que os cariocas vão ter com a altitude e espera uma atuação melhor que a apresentada no Maracanã na rodada passada.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Os efeitos da altitude são pouco para alguns e muito para outros. Sabemos que temos que lidar com isso, mas não será nossa principal preocupação. Temos que entrar em campo e ter uma atuação mais consistente. Assim, podemos voltar para o Rio de Janeiro com um bom resultado", disse.

Veja classificação, notícias, jogos e artilharia da Libertadores

Para esta partida, a tendência é a de que Carlos Eduardo ganhe oportunidade entre os titulares na vaga de Elano. Já para o lugar do volante Cáceres, lesionado, Amaral deve ser seu substituto. As boas notícias são os retornos dos laterais Léo Moura e André Santos, que ficaram de fora da partida contra o Bolívar no Maracanã por conta de problemas físicos.

O Flamengo precisa de um bom resultado em La Paz para não se complicar no grupo 7 da Libertadores. Após três rodadas, os rubro-negros estão na segunda posição, com quatro pontos, a frente do León-MEX nos critérios de desempate. O Bolívar é o lanterna, com dois. A liderança é do Emelec-EQU, que tem seis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.