Tamanho do texto

Ex-presidente do Vasco disse que o corintiano vai ganhar dinheiro com a venda do nome da Arena de Itaquera

Eurico Miranda não poupou críticas a Andrés Sanchez durante uma entrevista publicada pelo jornal Estado de S. Paulo, nesta segunda-feira. De acordo com o ex-presidente do Vasco, o responsável pela Arena Corinthians se beneficiará diretamente com os naming rights do estádio.

"Você acha que ele (Andrés) está lá de graça? Por que eles não venderam os naming rights até agora? Pergunte quem vai ganhar com isso", criticou Eurico, que não se posicionou sobre uma eventual candidatura de Andrés para a presidência da CBF.

Andres Sanchez
FERNANDO DANTAS / Gazeta Press
Andres Sanchez

E o ex-mandatário alvinegro não perdeu tempo para responder. "Lamento profundamente o que eles fala de mim. Quando as obras do estádio forem finalizadas, todas as contas serão colocadas no site do clube, e é bom destacar que esse é um dos estádios mais baratos da Copa do Mundo", disse.

Também jurando transparência nos naming rights , Andrés Sanchez ressaltou o trabalho que vem fazendo na construção do Itaquerão. "Estou no futebol por amor ao meu clube. Não fico só na crítica, no blá blá blá. Arregaço as mangas e trabalho", finalizou o empresário.

Enquanto isto, o jurista prepara a sua volta ao Vasco, que tem eleições marcadas para agosto deste ano. "É mais do que uma missão. (Quero retornar) pela absoluta necessidade de resgatar o clube. Duas vezes na segunda divisão (do Campeonato Brasileiro) é degradação total", explicou Eurico.

Mas, antes do pleito, o vascaíno acompanhará o Mundial no Brasil, mas sem muito apreço pela Seleção e pelo técnico Felipão, que deixou de convocar Romário em 2002. "Se fosse presidente da CBF, o treinador teria que falar comigo antes de convocar. Não posso saber da lista pelo jornal", encerrou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.