Clássico do Campeonato Baiano será no próximo domingo, às 17h (horário de Brasília), na Arena Fonte Nova

No sábado, o Vitória realizou um treinamento coletivo, no campo três do CT Manoel Pontes Tanajura, em Salvador. Destaques na atividade, os novos contratados do elenco rubro-negro, o meia Hugo e o centroavante Souza, agradaram ao técnico Ney Franco, que projeta a estreia dos jogadores no clássico contra o Bahia, disputado no próximo domingo, às 17 horas (de Brasília), na Arena Fonte Nova, em partida válida pela oitava rodada do Campeonato Baiano.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

Nos 50 minutos do embate contra os juniores do Leão da Barra, Hugo e Souza se mostraram dispostos. O meia, com passagens por São Paulo e Corinthians, foi autor de bons passes e chamou a responsabilidade na articulação de jogadas, ao passo que Souza, que veio do principal rival rubro-negro, marcou um gol e deu uma assistência para o gol de Mineiro. A atividade terminou com vitória dos profissionais, pelo placar de 3 a 0. Rômulo fechou o placar do embate.

A formação utilizada pelo técnico Ney Franco na atividade foi a seguinte: Guillermo; Gabriel Soares, Dão, Luiz Gustavo e Cortez; Mineiro, Mauri e Hugo; Rômulo, Souza e Adaílton.

Após a atividade, o comandante admitiu a boa exibição de seus novos comandados, mas enfatizou o seu discurso: "Espero tê-los como opção para o Ba-Vi do dia 23. É a tendência", sintetizou.

Voto de confiança para o "Caveirão"

Na última quinta-feira, o centroavante Souza se encontrou com integrantes da torcida organizada Os Imbatíveis. Os membros do grupo se mostraram contra a contratação do centroavante, que defendeu o Bahia no último Campeonato Brasileiro, mas prometeram um voto de confiança ao mesmo.

"Mesmo continuando contra a contratação de Souza, a torcida Os Imbatíveis vai dar um voto de confiança ao atleta. Caso algum problema seja causado por ele, vamos nos manifestar", ressaltou Gabriel Oliveira, mandatário do grupo, em entrevista ao Bahia Notícias.

Souza, de 32 anos, que já defendeu, dentre outros clubes, Flamengo e Goiás, ficou no Bahia durante três temporadas. Duas delas, por empréstimo junto ao Corinthians.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.