Sem seus principais jogadores em campo, equipe do técnico Marcelo Oliveira venceu com facilidade por 3 a 0 e confirmou o primeiro lugar na fase de classificação do estadual

O Cruzeiro não precisava vencer o Tombense para confirmar o primeiro lugar do Mineiro, mas a Raposa não quis saber de cerimônia e despachou o time de Tombos com uma vitória por 3 a 0, neste domingo, no estádio Almeidão. Priorizando a Libertadores, o técnico Marcelo Oliveira escalou a equipe reserva, que mostrou muito empenho para agradar ao treinador.

Confira a classificação atualizada, artilharia e notícias do Campeonato Mineiro

O primeiro gol do jogo foi anotado pelo armador Júlio Baptista, que de cabeça, desviou cobrança de escanteio de Samudio. Ainda no primeiro tempo, a Raposa aumentou o placar com Mayke, que teve tranquilidade para tocar na saída do goleio. Já no fim do jogo, Alisson fechou o placar no Almeidão. Com o resultado, o Cruzeiro vai aos 29 pontos, contra 14 do Tombense, eliminado do Mineiro.

Julio Baptista recebe os abraços de Luan e Léo após marcar um dos gols do Cruzeiro diante do Tombense
Igor Coelho/Gazeta/AGENCIA I7
Julio Baptista recebe os abraços de Luan e Léo após marcar um dos gols do Cruzeiro diante do Tombense


Antes das semifinais do Mineiro, o Cruzeiro dá uma pausa no Estadual para focar na Libertadores. Na quarta-feira, a Raposa encara os uruguaios do Defensor, no Mineirão e precisa vencer para continuar com chances de chegar às oitavas de final da principal competição de clubes das Américas.

O jogo - Precisando vencer para conseguir a classificação para oitavas de final do Mineiro, o Tombense iniciou o duelo pressionando o Cruzeiro, mas dando espaços para a Raposa. Mesmo com mais volume de jogo, a primeira chance de real perigo foi dos celestes. Aos quatro minutos, o zagueiro Walace foi ao ataque e desviou cobrança de escanteio, obrigando o goleiro Flávio a fazer grande defesa.

Com o passar do tempo, o cenário da partida no Almeidão revelou equilíbrio de ações, com o Tombense buscando o ataque, mas errando muitos passes, o que permitiu ao Cruzeiro sair no contra-ataque em vários momentos. Aos 15, Elber fez fila na zaga visitante e ficou livre para fuzilar o goleiro Flávio, mas a conclusão saiu por cima do travessão, em um bom ataque cruzeirense.

Apesar de manter a posse de bola nas imediações da área da Raposa por muito tempo, a equipe de Tombos encontrou dificuldades para finalizar com perigo contra a meta de Elisson. Com isso, as oportunidades do Cruzeiro no jogo foram mais perigosas na maioria das vezes.

De tanto insistir, Raposa chegou ao gol aos 33, com o armador Júlio Baptista. O jogador aproveitou cobrança de escanteio de Samudio e subiu mais que a zaga do Tombense para estufar as redes, levando o torcedor celeste à loucura nas arquibancadas do Almeidão, em Tombos. O gol deu tranquilidade para a equipe da capital, que passou a controlar a partida.

Aos 37, Mayke foi lançado na ponta direita e mostrou calma para limpar a marcação ante de tocar na saída do goleiro ampliando a vantagem do Cruzeiro, e deixando a equipe da Zona da Mata Mineira distante do sonho de chegar as semifinais do Mineiro. Com 2 a 0 no placar, os celestes administraram o restante da primeira etapa.

Na volta para o segundo tempo, o Tombense não teve alternativa a não ser buscar a virada. Aos três minutos, o avante Júnior Negão arriscou arremate de fora da área, e a bola explodiu na trave do goleiro Elisson. Perseguindo o ataque a qualquer custo, os donos da casa deram muitos espaços para o contra-ataque celeste.

O time do técnico Marcelo Oliveira aproveitou pouco a liberdade dada pelos donos da casa, e acabou recuando demais para chamar o time de Tombos, mas no momento de armar os contra-ataques pecou na troca de passes. Aos 35, Jonathan quase marcou o gol de honra do time da Zona da Mata, mas Elisson trabalhou bem para segurar chute forte de fora da área.

Já no finalzinho do jogo, o Cruzeiro chegou ao terceiro gol para selar o triunfo celeste no Almeidão. Elber pegou rebote da zaga do Tombense e rolou para Alisson, que na saída do goleiro tocou por baixo para balançar as redes. Após o gol, o jogador se emocionou bastante e foi abraçado pelos companheiros de clube.

FICHA TÉCNICA
TOMBENSE 0 X 3 CRUZEIRO

Local: Estádio Almeidão, em Tombos (MG)
Data: 16 de março de 2014, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Ronei Cândido Alves (FMF)
Assistentes: Ricardo Vieira Rodrigues (CBF/FMF) e Magno Arantes Lira (FMF)
Cartão amarelo: (Cruzeiro) Samudio

GOLS:
Cruzeiro: Júlio Baptista, aos 33 e Mayke, aos 39 minutos do primeiro tempo; Elisson, aos 40 minutos do segundo tempo

TOMBENSE: Flávio; Léo, André, Mailson e Wanderson; Denilson, Pablo (Rafael Pernão), Joilson e Jonathan; Toni (Tiago Azulão) e Júnior Negão
Técnico: Rogério Lourenço

CRUZEIRO: Elisson; Mayke, Léo, Wallace e Samudio (Marlone); Henrique, Souza, Tinga (Willian Farias) e Júlio Baptista (Alisson); Elber e Luan
Técnico: Marcelo Oliveira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.