Uli Hoeness foi condenado a três anos e meio após confessar que deixou de pagar 27 milhões de euros ao fisco alemão

A vitória sobre o Leverkusen na tarde deste sábado deixou o Bayern de Munique a apenas duas vitórias de mais uma conquista do Campeonato Alemão, mas também chamou atenção o posicionamento de parte da torcida bávara. Dois dias após a condenação de Uli Hoeness , uma faixa foi pendurada nas arquibancadas demonstrando apoio ao ex-presidente do clube.

Uli Hoeness, agora ex-presidente do Bayern
AP Photo
Uli Hoeness, agora ex-presidente do Bayern

"Somos solidários a você! Sempre um de nós! Obrigado, Uli", continha a mensagem. Hoeness, porém, não pode ganhar o apoio presencialmente, já que não esteve na Allianz Arena para acompanhar o triunfo por 2 a 0.

LEIA MAIS: Por sonegação fiscal, presidente do Bayern é condenado

Após confessar em tribunal ter escondido dinheiro em conta secreta na Suíça e deixado de pagar aproximadamente 27 milhões de euros (cerca de R$ 88 milhões) ao fisco alemão, o ex-dirigente foi condenado a três anos e meio de prisão por evasão fiscal.

Assim que a Justiça alemã anunciou a pena, Hoeness optou por renunciar à presidência do Bayern de Munique com o objetivo de evitar manchar a imagem do clube. Em seu lugar deve assumir Karl Hopfner, que tem apoio unânime do conselho, mas precisa ser legitimado em votação a ser realizada em assembleia geral.

    Leia tudo sobre: bayern de munique
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.