Com 100% de aproveitamento, atual campeão visita Nacional em estádio que viu primeiro gol do meia pela seleção brasileira

Líder do Grupo 4 da Libertadores, o Atlético-MG pode dar um importante passo para garantir a classificação antecipada para as oitavas de final. Visita os paraguaios do Nacional, nesta quarta-feira, às 22h, no estádio Antonio Aranda, em Ciudad del Este, e um triunfo leva os atleticanos para nove pontos em três jogos, aproveitamento de 100% na competição.

Ronaldinho Gaúcho volta a estádio de seu primeiro gol pela seleção brasileira
AP
Ronaldinho Gaúcho volta a estádio de seu primeiro gol pela seleção brasileira

Veja a classificação, tabela de jogos, notícias e artilharia da Libertadores

O local da partida desta quarta-feira traz boas recordações para o craque Ronaldinho Gaúcho, que marcou o primeiro gol com camisa da Seleção Brasileira justamente no estádio Antonio Aranda. Na ocasião, R10 deu um drible desconcertante no zagueiro da Venezuela e balançou as redes. O armador alvinegro espera repetir a boa atuação, agora defendendo o Atlético-MG.

"Motivo de muita alegria. Depois de tanto tempo, ainda está vivo na memória, estou muito feliz de retornar. Tomara que eu possa fazer outro grande gol e fazer história. É muito motivador retornar onde tudo começou para mim. Estou muito feliz e estou preparado para ajudar a equipe", disse o craque.

Atlético-MG e Nacional nunca se enfrentaram, mas o Atlético-MG já fez alguns jogos contra equipes do Paraguai fora de casa, e o desempenho da equipe não é dos melhores, situação que os atleticanos querem começar a mudar nesta quarta-feira. Em sete jogos em solo paraguaio, o Atlético-MG perdeu três, empatou outras três e triunfou uma única vez.

Para escalar o Atlético-MG, o técnico Paulo Autuori poderá contar com a volta dos atletas titulares que não atuaram diante do Guarani, pelo Campeonato Mineiro. O treinador resolveu poupar as principais estrelas, entre elas o zagueiro argentino Otamendi e o avante Jô, que defenderam as seleções da Argentina e Brasil, respectivamente.

Na lateral esquerda existia a dúvida entre Alex, que vem jogando no setor e o argentino Dátolo, recuperado de lesão muscular, mas a Autuori decidiu pela experiência de Dátolo, que pode ajudar, inclusive, na língua já que o árbitro do jogo será da Argentina. Independente da escolha, a ala esquerda será improvisada já o Atlético-MG não tem atletas da posição em condições de jogar.

No Nacional, a equipe decidiu abrir mão de atuar em Assunção para levar o jogo contra o Atlético-MG para a Ciudad del Leste, próximo da fronteira com o Brasil, o que deve garantir um grande número de torcedores do Atlético-MG. Além dos atleticanos natos, os fãs de Ronaldinho Gaúcho também prometem torcer pelo Atlético-MG.

A ideia do clube paraguaio é justamente tentar conseguir uma boa renda. O Nacional não está entre os times mais populares do Paraguai, e o reforço nos cofres será bem vindo. A equipe de Assunção possui três pontos no Grupo 4 da Libertadores, mesma pontuação dos colombianos do Independiente Santa Fe, o que mantém as chances de classificação para oitavas de final em caso de um bom resultado em cima dos brasileiros.

FICHA TÉCNICA
NACIONAL X ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Antonio Aranda, em Ciudad del Este (PAR)
Data: 12 de março de 2014, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Patricio Loustau (ARG)
Assistentes: Ivan Nuñez e Ariel Scime (ambos da Argentina)

NACIONAL: Iganacio Don; Balbuena, Raúl Piris, Mendoza e Coronel; Caceres, Riveros, Derlis Orué e Torales; Benitez e Santa Cruz
Técnico: Gustavo Eliseo Morínigo

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Otamendi e Dátolo; Pierre, Josué, Ronaldinho e Tardelli; Fernandinho e Jô
Técnico: Paulo Autuori

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.